16/10/2020 - HGG recebe certificação internacional e novo mamógrafo para a unidade



Solenidade contou com a presença do governador Ronaldo Caiado e do secretário de Saúde Ismael Alexandrino

Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG recebeu a certificação internacional do Centro de Terapia Intensiva (CTI) concedida pela Agencia de Calidad Sanitaria de Andalucia (Acsa) pela qualidade dos serviços oferecidos, que torna o hospital goiano a primeira unidade pública de saúde do Brasil a conquistar tal título. O certificado foi entregue nesta sexta-feira, 16 de outubro. Durante a solenidade, também foram repassados um mamógrafo e uma impressora Dry para a unidade de saúde.

O governador Ronaldo Caiado exaltou o título conquistado, pontuando que o HGG coloca o Estado no patamar daqueles que têm a melhor medicina do País. "Goiás hoje tem o melhor hospital público do País. É o único hospital público que tem acreditação de uma empresa internacional pela qualidade que é dada, ofertada, aos pacientes que são internados em sua UTI. Isso é uma honra e esse título engrandece e coloca Goiás no patamar da melhor medicina no Brasil. O HGG está no pódio, fazendo aqui o melhor atendimento no Estado de Goiás e, lógico, como recebeu essa acreditação internacional, o melhor do Brasil", afirma.

De acordo com o secretário de Estado de Saúde, Ismael Alexandrino, o HGG é orgulho para o Estado de Goiás. "Fica aqui meu agradecimento e meu reconhecimento para cada profissional de saúde. Eu tenho o verdadeiro orgulho de pertencer a esse time e verdadeiro agradecimento ao governador, pela oportunidade de conduzir essa equipe que tem nos dado resposta. E repito, o HGG é orgulho para o Estado de Goiás. Obrigado ao Idtech por ser parceiro, por ser uma instituição que tem levado a sério esse compromisso", complementa o secretário.

Segundo o diretor de Suporte e Inovação do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (Ibes) International, Christian Hart, representante da instituição acreditadora, a segurança dos pacientes é um dos principais itens da avaliação. "Conforme eu estava andando hoje pela instituição eu me emocionei algumas vezes, não porque tinha uma música bonita sendo tocada, não por ter quadros espalhados, não porque vimos um tratamento de primeiro mundo acontecendo na UTI, no dia que o selo está sendo entregue, no dia que o secretário e o governador estão presentes. Me emocionei justamente por ter estado aqui outras vezes e isso acontece todos os dias".

Para Christian, o HGG é um orgulho como hospital para o país. Gostaria que tivéssemos centenas de hospitais desses espalhados pelo Brasil. "Não tenho nenhuma dúvida de que não existe nenhum hospital público no Brasil melhor que o HGG. Podem existir hospitais que tenham estruturas parecidas com a do HGG, ou que tenham algum equipamento que seja um pouco mais moderno, o que eu acho muito difícil; pode existir algum tipo de fluxo que esteja recém desenhado, que esteja melhor desenhado do que aqui, mas a capacidade que o HGG tem de se reinventar e oferecer o melhor para o paciente a cada novo momento e transformar isso em gestão e rotina, é uma capacidade rápida", complementa.

Mamógrafo

O mamógrafo e a impressora entregues nesta sexta-feira ao HGG custaram R$ 928 mil e vão substituir os equipamentos anteriores. O novo aparelho irá entrar em operação de imediato, com a oferta à rede do Sistema Único de Saúde (SUS) de aproximadamente 800 exames mensais.

"Estamos aqui comemorando um mês que precisamos resgatar aquilo que seja a saúde da população do Estado de Goiás, principalmente das mulheres acima dos 50 anos de idade, para que possam fazer seus exames e possam detectar se têm algum comprometimento", enfatiza Ronaldo Caiado.

Arte no HGG

Durante a visita, o governador Ronaldo Caiado também lançou a exposição Retratos da Cultura Brasileira, da artista plástica Ivone Vaccaro, que marca a volta do projeto Arte no HGG. A exposição evidencia o estilo eclético de Ivone, que vai desde rostos famosos até índios brasileiros. Serão mais de 50 peças, que ficarão expostas no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA).

Outra exposição também foi inaugurada na Galeria Juca de Lima, no quinto andar do HGG. A mostra Arte na Retomada: Fé e Esperança, da artista plástica e curadora voluntária do projeto Arte no HGG, Helena Vasconcelos, é dedicada ao ensino e à pesquisa da unidade. A abertura das duas exposições faz parte dos preparativos para a retomada dos atendimentos e procedimentos eletivos e integra o programa de humanização do HGG.

Durante todo o evento, a harpista Aline Araújo e o violoncelista Felipe Marciano, artistas que já participaram em várias edições do Sarau do HGG, se apresentaram com músicas instrumentais no hall do primeiro andar do hospital.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS