27/04/2017 - HGG promove palestra em alusão ao Dia Nacional de Combate à Hipertensão



Evento aconteceu no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA) da unidade, nesta quarta-feira, 26 de abril

Em alusão ao Dia Nacional de Combate à Hipertensão comemorado nesta quarta-feira, 26 de abril, o Hospital Alberto Rassi-HGG promoveu palestra educativa - na mesma data- sobre os principais cuidados e tratamentos que envolvem a doença. Desta vez, quem comandou o encontro realizado no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA) da unidade foi a residente em Clínica Médica Patricia Freire.

Ao iniciar a palestra, a médica fez questão de ressaltar muitas vezes a importância da assiduidade em relação ao tratamento por parte do paciente. “Quem tem hipertensão precisa tratar para o resto da vida e por isso, tem que tomar o remédio todos os dias e nos horários corretos. Hipertensão não tem cura, mas sim controle”, salientou.

Estima-se que existam mais de 30 milhões de hipertensos no Brasil, sendo que, segundo o Ministério da Saúde, apenas 10% desta população faz o controle adequado da doença. Por este motivo, Patricia fez questão de reforçar a importância da prevenção. “É necessário monitorar a pressão arterial sempre. E isso vale principalmente para os fumantes, os obesos, porque são pessoas com maior pré-disposição para a doença”, disse.

Ao responder o questionamento do biomédico Thiago de Souza, que indagou se a pressão de um fumante pode subir após consumo do cigarro, a médica disse que sim, pois neste caso “os vasos sanguíneos se fecham e a pressão no corpo aumenta”. Apesar de deixar claro que hipertensão é uma doença em geral, silenciosa, ao responder outra paciente que perguntou se dor na nuca pode ser um sintoma do problema arterial, Patricia explicou que em alguns casos há este e outros sintomas. “Algumas pessoas sentem dores e até vômitos, mas são raras. No geral, não sentem nada”, ressaltou.

Ao final, a médica destacou o quanto este tipo de palestra é importante para que mais pessoas se conscientizem do problema e busquem ajuda precocemente, diminuindo os riscos de fatalidades. “Aqui estamos fazendo a parte básica do tratamento que é a orientação”.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS