09/08/2017 - Saúde na Praça com foco no Combate ao Colesterol atende 262 pacientes



Ao longo de toda a manhã, equipes multiprofissional e de enfermagem receberam pacientes que puderam realizar aferição de pressão arterial, teste de glicemia e receber orientações

Eles chegam aos poucos, pedindo informações, muitos se aproximam pela movimentação abaixo da tenda montada na praça, outros já chegam cientes do que se trata: é o Saúde na Praça. Em mais uma edição do projeto de promoção da Saúde do Hospital Alberto Rassi – HGG, o evento teve como foco o Colesterol, não à toa, já que nesta terça-feira, 8 de agosto, é celebrado o Dia Nacional de Combate ao Colesterol.

Ao longo de toda a manhã, equipes multiprofissional e de enfermagem receberam pacientes que puderam realizar aferição de pressão arterial e teste de glicemia, além de conversar e receber orientações de nutricionistas sobre alimentação saudável e como combater o colesterol e outros problemas pela ajuda dos alimentos. Fisioterapeutas também deram dicas de exercícios e atividades físicas direcionadas a cada paciente e os que fazem controle de colesterol ou apresentassem fatores de risco do problema recebiam ainda orientações mais completas dos médicos. Ao todo foram realizados 262 atendimentos.

Retornando de uma consulta e com seus exames nas mãos, a servidora pública Ítala Sandra França, de 52 anos, aproveitou a passagem pela praça Abrão Rassi e parou para checar se o restante da saúde ia bem. Ficou surpresa com os resultados da glicemia e da pressão. “Já sabia que meu colesterol estava no limite, assim como a glicemia, que deu 110, mas me assustei com a pressão alta, que estava 14x9”, contou, considerando que o evento foi uma boa oportunidade. “Muito bom esse evento, faz a gente ficar sabendo de algo que tenha, não sabia e possa procurar o médico. Além disso, achei boas dicas das nutricionistas em poder apenas diminuir alguns alimentos e não cortar totalmente para ajudar no controle do colesterol. Foi muito válido ter vindo”, avaliou ao final das orientações.

Maria Madalena Nunes Soares, de 58 anos, estava com tudo dentro dos parâmetros, mas quis checar e pegar algumas dicas com os fisioterapeutas por outros problemas já sabidos por ela. “Queria saber se estava tudo bem, é bom medir de vez em quando porque eu faço tudo errado, como errado, não faço exercícios e to precisando fazer uns alongamentos em casa pra ajudar na fibromialgia e no problema da coluna que eu tenho”, conta a aposentada.

O chefe do serviço de cardiologia do HGG, Antônio Malan, explica que o colesterol é responsável pela maior parte das doenças cardiovasculares, como infarto e os derrames cerebrais, ressaltando a importância do controle do colesterol ruim e do bom. “O colesterol bom, o HDL, é o que se você fizer exercícios, não fumar e tiver hábitos saudáveis de vida, como uma boa alimentação, tende a aumentá-lo. Ele é uma espécie de faxineiro, que limpa os vasos sanguíneos evitando assim a aterosclerose e o infarto. Já o colesterol ruim, o LDL, é como se fossem folhas que entopem um bueiro e causam inundações, mas que no nosso organismo ele pode provocar um infarto ou uma morte súbita”, exemplifica, destacando que as doenças cardiovasculares atingem pessoas na faixa etária de hiperprodutividade, entre 45 e 60 anos.





Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS