15/01/2018 - Novos internos do HGG passam por treinamento



Foram abordados temas como segurança do paciente, prontuário e protocolos de sepse e jejum

Os novos internos do Hospital Estadual Alberto Rassi - HGG passaram por treinamentos na última semana. Durante dois dias, mais de 40 estudantes de medicina participaram de oficinas e palestras que abordaram a segurança do paciente, Escritório da Qualidade, Núcleo de Apoio ao Paciente Paliativo (NAPP), estruturação do prontuário, além dos protocolos de sepse e jejum adotados na unidade. Os estudantes foram recepcionados pela gerente do Núcleo de Educação Continuada, Fabrícia Cândida, e pela gerente de Internatos e Estágios, Wagna Teixeira Barbosa.

Wagna explicou que esta foi a primeira vez que o treinamento foi realizado de maneira estendida, já que essas orientações eram pinceladas no acolhimento introdutório. "Como o hospital está se preparando uma certificação nível 3 da ONA, sentimos a necessidade de inteirar os internos dos assuntos, das rotinas, dos protocolos, porque isso tem feito a diferença, mesmo que eles passem pouco tempo no hospital, uma média de 4 semanas. Então, junto com a diretoria e a Gerência de Educação Continuada, inseriremos um momento com esses profissionais para passar orientações e familiarizar esses alunos de medicina já na rotina da instituição", ressaltou.

A gerente de Internatos e Estágios destacou ainda que a resposta ao treinamento foi muito positiva, pois os alunos compareceram em massa e participaram de todas as atividades propostas. "A aceitação foi boa. Mesmo os alunos que estão em outros hospitais e fizeram o acolhimento na segunda, vieram participar das oficinas e isso foi uma resposta muito positiva para a nossa proposta. Estamos muito satisfeitos com o resultado e acredito que a instituição vai sentir o reflexo do envolvimento do interno."

A aluna da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO) Juliana Chaves de Mendonça ingressou como interna do HGG e aprovou o treinamento proposto pela unidade. "Foi muito interessante, principalmente porque o sistema daqui é bem diferente dos hospitais que estamos acostumados. Eu fazia internato na Santa Casa de Misericórdia, onde os prontuários ainda são escritos e aqui é tudo eletrônico, uma coisa totalmente diferente. O treinamento foi muito bacana e importante, principalmente porque é um hospital novo em que estamos começando", destacou.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS