30/07/2018 - Em alusão ao Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais, HGG promove ação com testes rápidos



Saúde na Praça aconteceu na manhã desta sexta-feira, 27 de julho, na praça Abrão Rassi, em frente ao HGG e atendeu 240 pessoas

O Hospital Estadual Alberto Rassi - HGG realizou nesta sexta-feira, 27 de julho, mais uma edição do evento Saúde na Praça. Desta vez, o tema foi o Dia Mundial de Luta contra Hepatites Virais. Das 7 às 12 horas, foram oferecidos serviços gratuitos de aferição de pressão, testes rápidos para detecção de hepatite B e C, além de orientações com nutricionistas e gastroenterologistas, que informaram a população sobre alimentação saudável e como ela pode ser utilizada para prevenir a doença. Durante todo o evento foram atendidas 240 pessoas.

O radialista Valdelício Borges de Araújo estava na unidade acompanhando a mãe, que foi buscar o resultado de um exame. Quando viu a movimentação, se aproximou e fez o cadastro para receber o atendimento. Ele explicou que não tem casos de hepatite na família, mas considera importante esse tipo de ação para conscientizar as pessoas. “Fiz os testes rápidos e os resultados foram negativos. Eu gostei bastante, porque nós recebemos diversas orientações sobre a importância de manter um estilo de vida saudável para prevenir a doença”.

De acordo com a técnica da Coordenação de Doenças Imunopreveníveis, Respiratórias e Hepatites Virais, da Secretaria Estadual de Saúde, Thaisa Caetano Leite, a hepatite é uma doença silenciosa que atinge milhões de pessoas no mundo inteiro que geralmente descobrem em estágio avançado. “Em Goiás, de 2013 a 2017, foram confirmados 2173 casos de hepatite B. Já a hepatite C foram notificados 1713 pacientes infectados com o vírus. Entre 2013 e 2016, 456 morreram vítimas de hepatite B e 897 vítimas de hepatite C”.

Maíra Costa Cabral, médica gastroenterelogista do HGG, explicou que a maioria das hepatites são assintomáticas. “Em 30% dos casos, a hepatite B pode ter aquela fase ictérica, que é quando os olhos apresentam vermelhidão, fezes amareladas. Os sintomas da hepatite também podem ser confundidos com resfriado, como dor no corpo, fadiga, mal-estar, perda de apetite ou sensação de cansaço”. A médica reforçou ainda sobre a importância do diagnóstico precoce. “Os exames podem detectar a doença no início. Por isso a importância de eventos como esse, porque a maioria dos pacientes não sabem que tem, e descobrem através de testes rápidos ou exames laboratoriais”.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS