27/08/2018 - Pacientes elogiam Oficina de Arte



Atividade realizada na última terça-feira, 21 de agosto, foi ministrada pelo professor da Escola de Artes Visuais (EAV), Alexandre Liah

Sentada em uma cadeira de rodas, ela chegou discretamente à Oficina de Arte do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG. Tirou a tela em branco do cavalete, organizou as tintas e começou a desenhar algumas rosas. Os detalhes minuciosamente executados por ela, como a sobreposição das cores, chamou a atenção do professor Alexandre Liah. “Você já pintou em telas alguma vez?”, perguntou. Com a voz baixa, ela respondeu: “Já fui professora de pintura”, e colocou um sorriso no rosto.

Hélia Grimm Schuh tem 61 anos, é descendente de alemães e moradora da cidade de Querência, Mato Grosso. Ela explica que por muitos anos ministrou aulas de pintura para alunos da escola municipal. “Ensinava as técnicas para pintar em panos de prato. Gostava bastante. Por problemas de saúde, fiquei muito tempo parada, e hoje tive a oportunidade de pintar novamente”, elogiou a paciente que está internada para tratar uma fístula no intestino. Ela elogiou a iniciativa do hospital promover uma Oficina de Artes para os pacientes internados. “Acredito que ajuda bastante na recuperação. Ajuda a passar o tempo”, afirmou.

Luana Carolina de Jesus também participou da atividade. Moradora de Itaberaí, ela está internada há mais de 20 dias para tratar problemas renais. Em seu desenho, cores fortes predominaram. “Vou levar para a minha filha”. Luana explicou que trabalhou por muitos anos como coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial (Caps) da cidade dela, que também promovia atividades recreativas para os pacientes. “Sempre auxiliei nas atividades que ajudavam os pacientes a passar o tempo. Hoje estou do outro lado, estou como paciente e posso afirmar que auxilia no alivio das dores e também ajuda a amenizar o desconforto por estar internada“.

A Oficina de Arte acontece quinzenalmente, sendo a última realizada no dia 21 de agosto para pacientes e acompanhantes do HGG. Ministrada pelo professor da Escola de Artes Visuais (EAV), Alexandre Liah, a atividade é realizada no Jardim da Solistência e conta ainda com o auxilio dos terapeutas ocupacionais e psicólogos da unidade, funcionando como um estímulo para a interação social, cognição, afetividade e, o mais importante, motiva o paciente à adesão ao seu tratamento de saúde.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS