05/10/2018 - Marcelo Rabahi lança o livro “A meta da humanização: do atendimento à gestão na saúde”



Médico pneumologista lança obra no dia 12 de outubro no Centro de Convenções em Goiânia, dia 17 de outubro, no HGG, e no dia 24 de outubro na Livraria da Vila, em São Paulo

O coordenador do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, Marcelo Fouad Rabahi, lançará neste mês o livro “A meta da humanização: do atendimento à gestão na saúde”. O lançamento ocorrerá em três momentos: no dia 12 de outubro, durante o I Simpósio da Associação Médica de Goiás, 30º ECAM (Encontro Científico dos Acadêmicos de Medicina) e IX COGEM (Congresso de Ética Médica), no Centro de Convenções de Goiânia, no dia 17 de outubro, véspera do Dia do Médico, a partir das 10 horas, no Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG. Já no dia 24 de outubro, o lançamento será em São Paulo, na Livraria da Vila, no Jardim Paulista.

Rabahi conta em detalhes, como o livro foi construído e como sua experiência como médico, educador e gestor foi importante para a formatação deste tema tão importante na realidade médica: a humanização na área da saúde. “Trago nas páginas dos livros várias experiências exitosas, ressaltando os projetos de humanização desenvolvidos no HGG, onde a palavra humanização saiu do papel para os sorrisos dos pacientes lá atendidos. É possível ter um ambiente humanizado mesmo dentro de um ambiente complexo como um hospital público, com todas as dificuldades enfrentadas no Brasil e no Sistema de Saúde”.

De acordo com o médico, o livro possui três grandes pilares. “Comecei descrevendo a sistematização do atendimento, incluindo uma meta. A inovação do livro é a colocação das metas. Em seguida, passei por uma abordagem com familiares que é um grande vazio na formação dos profissionais de saúde. Não aprendemos a lidar com os familiares, aprendemos a lidar apenas com os pacientes. Na vida real, muitas vezes, é um grande desafio”.

O segundo pilar do livro é em relação aos ambientes, que inclui a parte estrutural do hospital. E o terceiro pilar é sobre a gestão humanizada. “Dentro deste pilar quis salientar sobre a necessidade da equipe de saúde estar envolvida na sistematização da gestão do ambiente onde se trabalha. Não podemos ficar ao largo dos conhecimentos de como é gerido um hospital, um CTI, um pronto-socorro, até mesmo um consultório ou uma clínica. Levanto exemplos e sugestões”.

No capítulo que aborda sobre equilíbrio entre razão e emoção, Rabahi contou com a ajuda do psiquiatra Arthur Monteiro Sales. “Levantamos as nuances de como nós, profissionais da saúde, podemos equilibrar o envolvimento com as dificuldades do paciente e seus familiares e como isto não atrapalhar o nosso equilíbrio. Até onde se envolver? Quando parar? Como lidar? Esta é uma dificuldade grande principalmente entre jovens médicos, com incidência grande de depressão. Espero que todos possam ter uma leitura agradável e que o livro consiga atingir o seu objetivo, que é aproximar as relações inter-humanas dentro dos ambientes de saúde”.

bSobre o autor/b

Marcelo Fouad Rabahi é médico especialista em Pneumologia e Medicina Intensiva. Atua como professor titular e pesquisador da Universidade Federal de Goiás (UFG) e do Centro Universitário de Anápolis. Dirige ainda o Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG. Além disso, é fundador e coordenador da Clínica Clare. Graduou-se em Medicina pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Concluiu mestrado em Medicina Tropical pelo Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública da UFG e doutorou-se em Medicina/Ciências Pneumológicas pela UFRJ. Recentemente foi eleito para cadeira n.22 da Academia Goiana de Medicina.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS