19/10/2018 - Médico Marcelo Rabahi recebe convidados em lançamento de livro sobre humanização no HGG



A obra mostra exemplos reais de pacientes que receberam atendimento humanizado dentro de unidades de saúde. Projetos do HGG ganharam destaque no livro

O coordenador do Centro de Terapia Intensiva (CTI) do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, Marcelo Fouad Rabahi, lançou nesta quarta-feira (17) o livro “A meta da humanização: do atendimento à gestão na saúde”. A cerimônia de lançamento da obra reuniu cerca de 100 pessoas no Auditório Luiz Rassi, entre colaboradores da unidade, comunidade médica, familiares e convidados.

O livro resgata experiências bem-sucedidas de ambientes hospitalares humanizados e foi estruturado a partir da experiência do autor como médico, educador e gestor da saúde. “Trago nas páginas dos livros várias experiências exitosas, ressaltando os projetos de humanização desenvolvidos no HGG, onde a palavra humanização saiu do papel para os sorrisos dos pacientes lá atendidos. É possível ter um ambiente humanizado mesmo dentro de um ambiente complexo como um hospital público, com todas as dificuldades enfrentadas no Brasil e no Sistema de Saúde”.

Durante a apresentação da obra, Rabahi destacou sobre o papel da humanização dentro do ritual de atendimento hospitalar. “Existem várias pesquisas que nos mostram excelentes resultados do tratamento farmacológico dentro de uma unidade de saúde quando é aliado ao tratamento humanizado. Aqueles que são submetidos às ações de humanização reduziram sobremaneira os sintomas de depressão e a recuperação torna-se mais eficaz”, disse.

A professora, escritora e ex-reitora da Universidade Federal de Goiás (UFG), Maria do Rosário Cassimiro, integrante da Academia Goiana de Letras, participou do lançamento e falou sobre a importância do trabalho humanizado desenvolvido dentro do HGG. “Por essas ações que visam estreitar os laços entre os pacientes e toda comunidade hospitalar, o HGG tem sido uma unidade modelo para a saúde de todo o Estado de Goiás, sobretudo agora, com o lançamento do livro. Um bom exemplo que será eternizado”, enfatizou.

A pneumologista Fernanda Miranda, integrante da Sociedade Brasileira de Pneumologia, também parabenizou a iniciativa da obra. “Eu já acompanhava a construção do livro e acredito que o tema merece destaque, principalmente porque não temos essa disciplina nos cursos de medicina. A humanização acontece geralmente na prática hospitalar e depende muito do perfil e da disposição do profissional”, sublinhou.

Marcelo Rabahi é especialista em pneumologia e medicina intensiva, é professor e pesquisador da UFG e do Centro Universitário de Anápolis, além de membro da Academia Goiana de Medicina. “Para mim foi um dia único, de felicidade muito grande, é uma mistura de sonho que se realiza com um projeto real que se concretiza, já que os capítulos do livro foram construídos a partir de vivências, de histórias reais. Apresentar o livro às pessoas dentro do local onde muitas das histórias aconteceram não tem como descrever”, finalizou Rabahi.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS