27/12/2018 - Pacientes do Cead realizam atividades físicas em grupo no Lago das Rosas



Ambiente externo favorece a prática de exercícios e integração dos pacientes

No mês de novembro, a equipe de Fisioterapia do Hospital Estadual Alberto Rassi – HGG, que atua diretamente no Centro Estadual de Atenção ao Diabetes (Cead), iniciou atividades com grupos de pacientes no Lago das Rosas. A equipe atua desde a inauguração da unidade diretamente no Serviço do Pé diabético, e prestando orientações sobre a prática de exercícios direcionados aos pacientes diabéticos.

A gerente de Fisioterapia do HGG/Cead, Joana França, explica que o serviço no Cead utiliza a atividade física como um fator integrante do esquema terapêutico para favorecer o controle glicêmico. “Sabemos que o comportamento sedentário sempre vai favorecer o acúmulo de gordura, e isso, associado a várias doenças crônicas, como o diabetes, vai aumentar o índice de mortalidade, especialmente por problemas cardiovasculares”.

A fisioterapeuta responsável pelas atividades no Cead, Geovana Pacheco, explica que o trabalho no Centro é orientado de forma individualizada, devido ao perfil diversificado dos pacientes. “Temos tanto pacientes com diagnósticos recentes, que ainda não tem tanto alterações motoras instaladas, mas também pacientes que já tem um nível de amputação e que já utilizam dispositivos para auxiliar da marcha”.

Além disso, é trabalhada a prevenção com palestras e orientações sobre os benefícios da atividade física, e ainda o nível secundário, com os grupos de exercícios que são realizados dentro do Cead, ou no lago das Rosas. “O ambiente externo favorece a articulação desses pacientes, que conversam entre si e perceberem que mesmo com o mesmo diagnóstico, cada um tem uma limitação diferente quanto a adesão à pratica de atividades físicas, percebendo que, com esse acompanhamento, o quadro clínico deles tem melhorado, assim como o nível de dor também tem reduzido”, avalia Geovana.

Integrante de um dos grupos, Ivone Rocha descobriu há cerca de dois anos que tinha diabetes, e comemora a perda de quase 10 quilos oriundos da atividade física e do controle alimentar que têm feito. “Há uns cinco anos, eu não emagrecia e nem engordava, mas agora eu faço fisioterapia e exercícios físicos, e estou controlando a alimentação, e estão me ajudando muito. Agora estou no peso ideal!”, relatou a paciente, aprovando a iniciativa.

Já convivendo há 28 anos com diabetes, Lindinalva Ferreira da Silva admite que nunca tinha feito atividade física e têm sentido os efeitos. “Os exercícios são maravilhosos, estou me sentindo muito bem, minhas atividades do dia a dia, meu corpo e as dores melhoraram muito”.




Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS