13/04/2018 - Atividades recreativas empolgam pacientes durante Saúde na Praça



Ação alusiva ao Dia Mundial do Parkinson contou com dinâmicas, pintura em tecido e videogame. Atividade foi realizada nesta quarta-feira, 11 de abril

O Hospital Estadual Alberto Rassi - HGG realizou nesta quarta-feira, 11 de abril, uma edição especial do projeto Saúde na Praça. O evento, alusivo ao Dia Mundial do Parkinson, contou com palestras de médicos, fonoaudiólogos e psicólogos, além de uma oficina de pintura em tecido. A ação foi realizada no jardim interno da unidade durante toda a tarde.

Pacientes e cuidadores participaram, além das palestras, de dinâmicas com as equipes de Fisioterapia e Fonoaudiologia. A artista plástica e curadora voluntária do Projeto Arte no HGG, Helena Vasconcelos, ministrou oficina de pintura em tecidos para que os pacientes e acompanhantes treinassem a coordenação motora de forma lúdica e prazerosa. O projeto Fisiogame também foi levado para atividade e fez sucesso entre os pacientes que puderam "brincar" auxiliados pelas fisioterapeutas.

Aidê Alexandre acompanhou o ex-esposo, José Aleixo do Carmo, na atividade, e considerou toda a ação muito importante e proveitosa. "É muito gratificante e importante para o paciente, porque ajuda no tratamento. Foi muito proveitosa essa tarde com vocês. Eu desmarquei tudo o que eu tinha pra fazer e vim porque sabia que seria muito importante para ele", elogiou.

Geralda Nazaré de Oliveira Silva aproveitou a oficina de pintura em tecidos juntamente com seu esposo, Onofre Rodrigues da Silva, que é paciente do ambulatório de Parkinson do HGG. "Achei muito bom, muito gratificante, principalmente porque os acompanhantes puderam participar junto e aprender algumas atividades", disse. Onofre também elogiou a ação. "Fiquei muito satisfeito, a gente quer participar cada vez mais. Nunca tinha pintado em tecido, foi a primeira vez e quanto mais a gente praticar, é melhor. A gente não pode ficar parado, tem que movimentar, quem fica parado é poste", brincou.

Parkinson
A Doença de Parkinson é uma doença degenerativa do sistema nervoso central, crônica e progressiva. É causada por uma diminuição intensa da produção de dopamina, que é um neurotransmissor (substância química que ajuda na transmissão de mensagens entre as células nervosas).

A dopamina ajuda na realização dos movimentos voluntários do corpo de forma automática, ou seja, não precisamos pensar em cada movimento que nossos músculos realizam, graças à presença dessa substância em nossos cérebros. Na falta dela, particularmente numa pequena região encefálica chamada substância negra, o controle motor do indivíduo é perdido, ocasionando sinais e sintomas característicos, como lentidão motora (bradicinesia), a rigidez entre as articulações do punho, cotovelo, ombro, coxa e tornozelo, os tremores de repouso notadamente nos membros superiores e geralmente predominantes em um lado do corpo quando comparado com o outro e, finalmente, o desequilíbrio. Estes são os chamados “sintomas motores” da doença, mas podem ocorrer também “sintomas não-motores” como diminuição do olfato, alterações intestinais e do sono.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS