Goiânia, 25 de abril de 2017    




Notícias

(22/08/2014) Pela primeira vez no Sarau do HGG, Coral Vozes da HP emociona paciente com tumor

Maria Maura está internada há 20 dias para diagnosticar causa de tumor e conferiu apresentação do grupo formado por colaboradores da empresa de transportes HP

Internada no Hospital Alberto Rassi – HGG há 20 dias, Maria Maura Fagundes, de 53 anos, participou na última quarta-feira, dia 20, do Sarau do HGG com apresentação do Coral Vozes da HP. Sentada na primeira fila, a paciente que está no Hospital Alberto Rassi – HGG para diagnosticar a causa de um tumor na região lombar, de causa ainda desconhecida, cantou junto com os coristas músicas regionais e popular brasileira.

Maria Maura é gari, e extremamente vaidosa. A paciente contou que está com a autoestima baixa, já que não tem como ir ao salão tingir os cabelos esbranquiçados pelo tempo, e fazer as unhas. Entretanto, durante o Sarau, Maria tirou o foco dos problemas e enxergou além da enfermidade. “Para mim essa apresentação de música aqui é a coisa mais maravilhosa do mundo. A gente fica aqui muito tempo, e quando vem essas coisas diferentes assim faz a gente esquecer a doença um pouco”, disse.

Esta foi a primeira vez que o Coral Vozes da HP se apresentou na unidade hospitalar. No repertório do grupo, formado por colaboradores da empresa de transportes coletivos HP, estiveram canções de grande aclamação pública, como “Tocando em frente”, de Almir Sater, e também a gospel “Sonhos”, de Chris Duran.

Eulália de Oliveira se apresenta há dois anos no Coral. A corista tem voz contralto e, pela primeira vez, se apresentou em um hospital. “Foi uma experiência magnífica. Estou sensibilizada pela forma que os pacientes participaram, cantaram juntos, bateram palmas. A minha felicidade está em contribuir com o tratamento dessas pessoas.”

A musicista e regente do grupo, Elen Lara, já é parceira fiel do projeto. Ela, que se apresentou diversas vezes com os corais, pediu à coordenadora do Sarau do HGG, Lili Moreira, a oportunidade para se apresentar de leito em leito, o chamado Sarau Itinerante. “Eu quero trazer o meu acordeom e ir àqueles que não podem descer para prestigiar a nossa apresentação. Eu tenho uma gratidão muito grande em fazer as pessoas se emocionarem pela por causa da música”, ressaltou a musicista.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700