Goiânia, 24 de setembro de 2017    




Notícias

(04/09/2014) Grace Venturini e João Garoto dividem o palco com paciente durante Sarau do HGG

Fernando Pereira da Silva, de 23 anos, cantou e emocionou pacientes e colaboradores do hospital

O Sarau do HGG desta quinta-feira, 03 de setembro, despertou emoções e foi inovador. Recebendo pela segunda vez a cantora Grace Venturini e pela primeira vez o violonista João Garoto, o final de tarde de músicas contou com a participação da plateia. Isso porque o paciente Fernando Pereira da Silva se ofereceu para cantar para os demais internados e colaboradores da unidade.

Logo no início da cantoria de Grace com João Garoto, emoções e lembranças foram despertadas em Maria Alzenir Lopes dos Santos. Internada há quase quatro meses, ela faz tratamento contra osteomiolite. O samba que tocava a lembrava de seus tempos de dança. “Eu tinha o samba no pé. Aos 24 anos levei um tiro nas costas e perdi meus movimentos, mas mesmo assim continuo vivendo. Você nunca esquece que já andou uma vez, mas eu ainda tenho motivos para viver. Eu não posso dançar com minhas pernas, mas danço com minha alma, com meu coração”, conta emocionada.

Quem também se relembrou dos tempos da juventude foi Maria Rosa de Miranda, de 86 anos. Internada para fazer tratamento ortopédico, a senhora de cabelos grisalhos, que reside no Abrigo de Idosos Solar Colombino, em Goiânia, gostou das músicas. “Gostei demais. Não esperava ouvir música hoje. Agora estou melhor, vou dormir melhor.” A acompanhante, Luciana Pereira Vaz, e enfermeira do Abrigo, se encantou com o projeto Sarau do HGG. “Isso é uma terapia pois esquecemos dos problemas, da doença, das dores. Essa é a primeira vez que venho no HGG. O atendimento é excelente, a comida é boa, é tudo de primeira!”, comemora.

E, quando se menos esperava, eis que um jovem moreno pede à coordenadora do projeto, Lili Moreira, para cantar um pouquinho. A surpresa foi total. Fernando Pereira da Silva, de 23 anos, encantou a todos com sua voz aveludada interpretando canções como “Como vai você”, de Roberto Carlos, e Oceano, de Djavan. “A música é tudo pra mim. Eu nasci no meio da música, com minha família. Ela alivia a alma e ajuda muito”, diz. Fernando está internado há duas semanas, fazendo hemodiálise. Natural de Pontalina, no interior do Estado, ele espera voltar logo para casa. “Estou com saudades da minha família. A música ajuda a passar o tempo. Quando me chamaram para o Sarau pensei que fosse um culto religioso, mas fui surpreendido. Gostei demais de estar na plateia e também de cantar”, agradeceu. O jovem foi parabenizado pelo violonista João Garoto. “Olha, Grace, você perdeu seu lugar. João, parabéns pelo seu talento”, pontuou.

Grace Venturini, ao cantar “Como nossos pais”, de Elis Regina, fez questão de convidar a coordenadora do projeto Sarau do HGG, Lili Moreira, para uma participação e foi muito aplaudida. O momento de confraternização deixou o paciente Danúbio Nogueira Fernandes extremamente feliz. Amante do samba, cantou todas as músicas e pediu o microfone para uma declaração. Ele usou um verso de Chico Buarque para descrever o atendimento do Hospital Alberto Rassi. “A saúde se faz assim: com açúcar e com afeto e estou muito agradecido por ter este momento e finalmente fazer minha cirurgia”, disse.

O próximo Sarau do HGG será realizado na quinta-feira, 11 de setembro, e contará com a apresentação de Leonardo Vergara e banda, a partir das 17 horas. Não perca!


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700