Goiânia, 28 de junho de 2017    




Notícias

(08/10/2014) HGG promove palestra de prevenção ao câncer de mama para usuários

Nesta quinta-feira, 09 de outubro, o médico patologista Cláudio Amorim esclarecerá dúvidas sobre a doença no Ambulatório. A ação acontece em comemoração ao Outubro Rosa

Com a fachada iluminada na cor rosa e com um enorme painel lembrando a importância da prevenção do câncer de mama, o Hospital Alberto Rassi – HGG entra de vez na campanha mundial Outubro Rosa e promoverá, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde, uma palestra sobre o tema e distribuição de material informativo na próxima quinta-feira, dia 9 de outubro.

A partir das 14h30, o médico patologista Cláudio Amorim, da Gerência da Saúde da Mulher, fará uma palestra para os usuários, que poderão sanar suas dúvidas. Um material foi especialmente desenvolvido para o público do HGG, orientando sobre o autoexame e esclarecendo o que é esta doença. “O patologista é responsável por analisar as biópsias, que é um procedimento no qual se colhe uma pequena quantidade de tecido ou célula, que são levadas para o laboratório e este profissional atesta se trata-se de casos malignos ou benignos”, explica.

De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, o Inca, o câncer de mama é o que mais atinge as mulheres. A estimativa é que 57 mil casos sejam registrados até o final deste ano. E a idade é um dos principais fatores de risco, já que a doença atinge quatro em cada cinco pacientes que têm mais de 50 anos.

O diagnóstico precoce continua sendo o passo mais importante para a cura. “Fiquei honrado em receber o convite e repassar essas informações para os pacientes. Esses multiplicadores é que fazem com que a doença seja cada vez mais debatida e que as mulheres se conscientizem sobre sua própria saúde”, pontua o médico.

Todos os anos o câncer de mama vira destaque no cenário mundial. Particularmente no Brasil, desde 2008 (quando a campanha chegou a solos brasileiros), o Outubro Rosa é divulgado intensamente, já que une empresas e órgãos públicos na causa que tem como objetivo central conscientizar as mulheres quanto à importância da prevenção da doença.

Câncer de mama
O câncer de mama é uma doença grave, mas que pode ser curada. Quanto mais cedo ele for detectado, mais fácil será curá-lo. O sintoma mais comum é o aparecimento de um caroço. Nódulos que são indolores, duros e irregulares têm mais chances de ser malignos, mas há tumores que são macios e arredondados. Portanto, é importante ir ao médico. Outros sinais de câncer de mama incluem:

inchaço em parte do seio;
irritação da pele ou aparecimento de irregularidades, como covinhas ou franzidos, ou que fazem a pele se assemelhar à casca de uma laranja;
dor no mamilo ou inversão do mamilo (para dentro);
vermelhidão ou descamação do mamilo ou pele da mama;
saída de secreção (que não leite) pelo mamilo;
caroço nas axilas

Se no momento do diagnóstico o tumor tiver menos de 1 centímetro (estágio inicial), as chances de cura chegam a 95%. Quanto maior o tumor, menor a probabilidade de vencer a doença. A detecção precoce é, portanto, uma estratégia fundamental na luta contra o câncer de mama.

A mamografia é o único exame diagnóstico capaz de detectar o câncer de mama quando ele ainda tem menos de 1 centímetro. Com esse tamanho, o nódulo ainda não pode ser palpado. Mas é com esse tamanho que ele pode ser curado em até 95% dos casos.

Serviço
O que: palestra sobre o câncer de mama
Quando: nesta quinta-feira, 09 de outubro
Onde: no Ambulatório de Medicina Avançada – AMA
Horário: a partir das 14h30


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700