Goiânia, 23 de setembro de 2017    




Notícias

(27/10/2014) Servidores da Secretaria de Estado da Saúde conquistam Plano de Cargos e Remunerações

Os interessados em já gozar das vantagens pecuniárias a partir do mês de dezembro devem fazer a adesão até dia 30 de novembro, por meio do site: www.saude.go.gov.br

O que era um sonho, hoje já é realidade. Isso porque, a partir de agora, os servidores efetivos da Secretaria de Estado da Saúde (SES) passam a contar com o Plano de Cargos e Remuneração (PCR). Com inovações para os mais de 11 mil profissionais da pasta, o PCR dispõe sobre a progressão de cargos e esforços pela especialização e titulação. “Essa era uma expectativa das categorias profissionais desde a Lei Orgânica do SUS de 1990 que previa a implantação desse instrumento”, diz o secretário de Estado da Saúde, Halim Girade.

Apesar de não existir uma data limite para o servidor realizar a adesão ao Plano, aqueles que quiserem gozar das vantagens pecuniárias a partir do mês de dezembro devem fazer a adesão até o dia 30 de novembro, por meio do site: www.saude.go.gov.br. Com a praticidade eletrônica, o servidor não terá a necessidade de se deslocar até o departamento de Recursos Humanos da Secretaria para entregar documentos ou preencher formulários. A exceção vale apenas para aqueles que querem o adicional de titulação (pós-graduação). Estes, deverão fazer a solicitação eletrônica e comprovar as informações declaradas no sistema com a entrega dos diplomas das graduações e dos cursos de aperfeiçoamento. Os servidores lotados na região metropolitana de Goiânia devem entregar os documentos no protocolo da SES, localizado na Rua SC-1, Nº 299, Parque Santa Cruz (Complexo da Agecom). Já os que trabalham no interior precisam entregá-los na respectiva regional de saúde. Uma equipe foi criada para conferir os documentos que comprovar a titulação.

Benefícios
A progressão de cargos acontecerá a cada dois anos de serviço prestado, com o acréscimo de 3% sobre o vencimento inicial de um nível para outro. Vale ressaltar que ela é automática, ou seja, não está condicionada a nenhum pré-requisito.

Além disso, o esforço pela especialização também será recompensado. O esforço pela especialização também será recompensado. Os percentuais sobre as titulações acadêmicas variam de 10% a 30%, conforme os graus de especialização, mestrado e doutorado, sendo que o mestrado acresce em 20% sobre o salário-base, e o doutorado, 30%; juntas as três titulações não podem ultrapassar 30%. Os servidores de nível médio, que comprovarem 260 horas de cursos, receberão 7% e os de nível fundamental, que procurarem se especializar, terão direito a 5% de acréscimo sobre seus vencimentos, a cada 180 horas de cursos de formação.

Para mais informações, ligue: 3201-3747.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700