Goiânia, 21 de julho de 2017    




Notícias

(10/12/2014) Forró e Carimbó tomam conta do Sarau do HGG

Apresentação dos artistas Sabah Moraes e Ney Couteiro aconteceu na última quinta-feira 4 de dezembro e animou os corredores do hospital

A cultura do Norte e Nordeste do país invadiu o Sarau do Hospital Alberto Rassi – HGG na última quinta-feira, 4 de dezembro. A cantora nacionalmente conhecida Sabah Moraes é de Belém do Pará e por onde passa faz de questão de exaltar a sua terra. No repertório, músicas de Dorival Caymmi e Luiz Gonzaga fazem o público passear em uma das regiões mais bonitas do Brasil. Ao seu lado, seu esposo e produtor musical Ney Couteiro, que é de Rondônia se unem para uma apresentação diversificada que vai do Carimbó, dança típica paraense, ao repertorio da diva francesa Édit Piaf.

A paciente Maria Soares de 68 anos é nordestina e logo se familiarizou com a apresentação. “Além de ser paraibana, sou prima de segundo grau da Elba Ramalho. Cresci ouvindo a música da minha terra. E essa turma aí é muito boa”, disse a paciente se referindo a Sabah Moraes, o seu esposo Ney Couteiro e uma amiga do casal que foi apelidada carinhosamente de Dengo, por ter interpretado uma música homônima ao apelido.

Durante a apresentação do Carimbó, Sabah e a amiga “Dengo” mostraram o que é que a nordestina tem. Convidaram os pacientes para dançar e eles aceitaram. Os corredores do hospital se transformaram em verdadeiros salões de dança. Alguns pacientes arriscavam o passo do forró, outros os passos do Carimbó. Dona Vera Lúcia Rodrigues de 68 anos não é nordestina, mas aprovou a apresentação. “A gente que fica hospitalizada, precisa dessas coisas. Precisamos ver pessoas diferentes, ouvir música boa. Isso faz com que a gente esqueça um pouco dos problemas”, disse.

A artista Sabah Moraes se apresentou pela terceira vez no Sarau do HGG nesta quinta. Ela disse que já participou do Sarau Itinerante que percorre toda a enfermaria da unidade hospitalar e canta para os pacientes que não podem se locomover dentro do hospital. “É sempre um prazer muito grande cantar para os pacientes. Nós trazemos alegria, cantamos as músicas que eles gostam e saímos daqui com a alma lavada”, declarou a artista.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700