Goiânia, 30 de abril de 2017    




Notícias

(09/03/2015) Pádua faz show especial para paciente que sofreu queimaduras

Sem poder sair do quarto, Roberto Nominato Teixeira recebeu o músico em seu leito durante o projeto Sarau do HGG

Roberto Nominato Teixeira, de 44 anos, sofreu graves queimaduras por todo o corpo ao instalar um fogão em sua casa no município de Aragarças. Ele e a esposa, Elusiane Gonçalves Belo, de 42 anos, estavam bem próximos ao eletrodoméstico quando um vazamento de gás resultou numa explosão. O casal peregrinou por sete unidades de saúde durante 49 horas em busca de atendimento, sem sucesso. Na sexta-feira, dia 27 de fevereiro, o casal foi recebido pelo Hospital Alberto Rassi – HGG. Depois de receber alta do Centro de Terapia Intensiva, Roberto participou nesta quinta-feira, dia 05 de março, do projeto Sarau do HGG com a participação do cantor e compositor Pádua.

Sem poder se levantar da cama, Roberto ouvia do quarto a apresentação de Pádua. Mas, o paciente se surpreendeu quando o músico foi até o seu leito cantar exclusivamente para ele. “Ele cantou uma música que eu amo demais, parece até que ele sabia. Eu só tenho a agradecer vocês por isso, meu coração está até doendo de tanta alegria que estou sentindo. Obrigado, muito obrigado”, disse ele que também pediu um livro para se distrair durante o período em que estiver internado.

A dona de casa Maria Neuza Eduardo da Cruz passou pelo procedimento de cirurgia bariátrica há 35 dias, mas está internada há 45 na unidade hospitalar. A paciente foi uma das primeiras a chegar à sala de tevê, onde aconteceu a apresentação de Pádua. “Eu acho muito boa essa iniciativa de vocês. Um hospital, por melhor que ele seja, é um local depressivo, e esse momento aqui é de elevação e de distração.”

Cantor, compositor, jornalista e cartunista, Antonio de Pádua da Silva é artisticamente conhecido como Pádua. Goiano, o músico foi vencedor de inúmeros festivais e um dos precursores de apresentações ao vivo em casas noturnas na capital. O primeiro registro de disco foi em 1980, e em 1985 gravou seu primeiro trabalho solo, um Compacto Simples com a música Pele, que foi vencedora de um dos mais tradicionais festivais: “Comunica-som”. E, apesar de ser a primeira vez que Pádua se apresenta no HGG, o artista já está acostumado a cantar em unidades de saúde.

“Foi gratificante participar, porque o projeto é muito bacana. Eu vim um pouco apreensivo, não sabia como os pacientes iriam me recepcionar, mas deu tudo certo. Eu gosto de lidar com as pessoas, no início sou meio fechado, mas depois eu me solto. E trazer um pouco de música para um ambiente em que as pessoas estão tão fragilizadas emociona muito”, avaliou Pádua.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700