Goiânia, 21 de julho de 2017    




Notícias

(16/03/2015) Paciente que teve pele sintética implantada se recupera bem

Delcimaura Lemes do Prado passou pela cirurgia de pele sintética no dia 4 de março no Hospital Alberto Rassi – HGG.

No dia 22 de janeiro de 2015, a agente funerário Delcimaura Lemes do Prado se preparou para aproveitar o feriado e o restante das férias dos filhos em Minas Gerais. Era aniversário da cidade de Quirinópolis, local que ela reside, e juntamente com a irmã, ela decidiu viajar para descansar. No meio do caminho, na GO-206, o pneu do carro estourou e Delcimaura perdeu o controle e capotou o veículo várias vezes.

No acidente, o teto do carro afundou e a agente funerário perdeu toda a pele da testa. “A minha família não sofreu nada. Só eu que perdi parte da testa e do couro cabeludo”, disse. No dia 4 de março, ela passou por um procedimento de implante de pele sintética, que é conhecida como matriz dérmica e está ajudando no processo de cicatrização da lesão, promovendo a integração com a pele dela.

O chefe da Seção de Cirurgia Plástica do HGG, Sérgio Augusto da Conceição, afirma que a técnica é utilizada em pacientes com feridas complexas. “A cirurgia de matriz dérmica atua onde existe o ferimento com dificuldade de cicatrização. Como ferida dela está no osso, onde não existe essa possibilidade, colocamos a pele sintética que está auxiliando na cicatrização”, informou.

A recuperação de Delcimaura está sendo rápida. “Quando acabou a anestesia, ela já conseguia levantar e falar normalmente. A próxima etapa é fazer o enxerto com a pele da própria paciente. Esse procedimento está previsto para acontecer no dia 25 de março. Vamos tirar uma parte da pele dela, provavelmente da perna, para colocar na testa”, afirmou.

Delcimaura disse que agora é vida nova. “Estou com saudade da minha família, converso sempre com eles pelo telefone. Eles não vêm me visitar porque é muito longe. Eu até prefiro. São trezentos quilômetros e depois do meu acidente, ficamos mais cuidadosos. Eu estou me recuperando muito bem, inclusive já dirigi depois do acidente. Não ficou nenhum trauma psicológico. Quando eu sair daqui, é vida nova. Quero continuar trabalhando e vivendo feliz com a minha família”, finalizou.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700