Goiânia, 27 de julho de 2017    




Notícias

(10/04/2015) SES e Idtech entregam informatização total do HGG

Nesta sexta-feira, dia 10 de abril, o secretário de Saúde, Leonardo Vilela, apresentou os investimentos feitos na área da tecnologia, que culminaram no prontuário eletrônico e rede de internet sem fio para colaboradores e pacientes

O secretário estadual de saúde Leonardo Vilela e os técnicos do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) organização social apresentaram os investimentos feitos na área da tecnologia, que culminaram no prontuário eletrônico e rede de internet sem fio para colaboradores e pacientes do Hospital Alberto Rassi – HGG.

Os investimentos realizados para a informatização do Hospital totalizaram mais de R$ 3,4 milhões, que abrange desde a reestruturação da rede lógica, manutenção de sistemas até a aquisição de mais de 130 computadores. Somente no projeto inicial, foram utilizados 33 quilômetros de cabos para a rede, o que resultou também na reciclagem de 250 quilos do material antigo. Por conta desta iniciativa ecológica, o Idtech recebeu o selo Green IT.

“A tecnologia auxiliará na economia de tempo, papel e tinta, mas também dará à Secretaria noção muito mais precisa do custo e da rotina da unidade hospitalar. Quando o médico tem acesso à internet em todo o hospital, tem acesso ao prontuário sem precisar de deslocamento físico, ele pode acompanhar com muito mais acurácia a evolução dos pacientes. Impede também a dispensação equivocada do medicamento, porque o produto já vem com código de barra, com horário e a dose do paciente. Além de oferecer conforto para pacientes e acompanhantes”, diz o secretário.


Assistência
A informatização resultou em mais agilidade para os usuários do HGG. Além de reduzir o tempo de atendimento, os pacientes não precisam mais ir até à unidade para agendar sua consulta de retorno, pois a solicitação de agendamento é feita no próprio consultório, via sistema utilizado pelos profissionais de saúde.

Com o prontuário eletrônico, médicos e profissionais de saúde podem fazer prescrições e consultar o histórico dos pacientes pelo computador, sem a necessidade de mexer com papeis e de compreender letras e textos de outros que também tiveram acesso ao processo. Isso evita duplicidade de registros e facilita o encontro das informações.

Nelly Oliveira Moura, intensivista do HGG, afirma que a informatização da unidade vai colocar um ponto final em dificuldades eventuais na comunicação entre os profissionais que Saúde que trabalham no hospital. “Às vezes acontece de um especialista querer informações sobre um paciente e o médico que acompanhou o caso estar em outro lugar, impossibilitado de atender o telefone. O prontuário ficará disponível para consulta na rede e o tratamento vai melhorar muito”. Nelly diz também que o prontuário eletrônico vai certificar horários com precisão – o que é fundamental na administração de medicamentos.

Humanização
Todos sabem quanto o tempo parece mais longo quando se está internado em um hospital. Pensando em seus pacientes, o HGG passou a ser uma unidade 100% coberta com rede de internet sem fio (wi-fi), com acesso liberado para todos. Esta era uma reivindicação dos próprios usuários por meio do Programa Gestão Cidadã, para que pudessem conversar com seus familiares e se distrair nas redes sociais.

O paciente Patrick Menezes, de 15 anos, enxerga a rede de internet sem fio gratuita como aliada na longa batalha contra o Lúpus. “Agora dá para ver vídeo, mexer no Facebook e no Whatsapp. Quando a gente fica internado, mais quieto, é difícil porque não tem muita coisa para fazer. A internet vai permitir que a gente fale com os amigos. Isso vai animando e fazendo o tempo passar mais rápido. Quando vê, já está na hora de ir embora para casa”, afirmou.

Ensino
A rede de internet wi-fi também favorecerá o conhecimento dos médicos residentes do Hospital Alberto Rassi. Em qualquer local, mesmo à beira leito, eles têm acesso à uma plataforma internacional de informações atualizadas da medicina, onde podem esclarecer dúvidas e conferir o que há de mais avançado no tratamento de doenças. De acordo com o diretor de Ensino e Pesquisa do HGG, Marcelo Rabahi, esta unidade é a única no País a disponibilizar este serviço gratuitamente.

Compras
A informatização do Hospital permitiu maior rapidez e controle na aquisição de insumos e equipamentos. Uma plataforma de compras permite economia na aquisição dos materiais, devido seu alto número de fornecedores e assim, a alta competitividade. E ainda, a dispensação dos medicamentos é feito por código de barras, evitando desperdícios ou destinação incorreta.

Transparência
Com a completa informatização do HGG, a unidade transmitirá instantaneamente as informações sobre a produtividade e custos à Secretaria de Estado da Saúde, que conta com o Conecta SUS - Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde. Este centro tem como objetivo reunir informações atualizadas, otimizar o planejamento da Saúde em Goiás, tomar decisões estratégicas, consequentes e rápidas, fortalecer o SUS e proporcionar uma efetiva melhoria da qualidade de vida da população.

Investimentos
• Conclusão do projeto inicial da rede lógica/elétrica/telefônica
o Mais de 33km de cabos;
o 600 pontos lógicos;
o 12 patch panel;
o 05 racks de telecomunicação;
o 600 tomadas rj45 fêmea cat6;
o Andares interligados através de fibra ótica;
o Aquisição de 7 servidores e sistemas operacionais;
o No break e banco de bateria com capacidade para até 7 horas;
o Central telefônica para controle de ligações e automatização de serviços;
o Aquisição de mais de 130 computadores;
o Recebimento do selo Green It por mais de 250kg de material reciclado;
o
• Implantação do MVPep em todo os hospital
o Prontuário eletrônico do paciente;
o Solicitação de exames laboratoriais pelo próprio MV;
o Acesso aos resultados pelo próprio MV;
o Dados estatísticos e indicadores;
o Identificação dos pacientes com pulseiras com código de barras;
o Prescrição (e dispensação) eletrônicas;
o Solicitação de retornos pelo próprio sistemas evitando xerox de documentos;
o Entre diversos outros recursos assistenciais e administrativos;

• Soul MV com funcionamento completo nos setores não clínicos, como compras, financeiro, portaria entre outros

• Gerenciamento centralizado de leitos
o Controle de leitos em manutenção;
o Solicitação eletrônica de troca de leitos;
o Aviso eletrônico de leitos em limpeza;
o Gestão centralizada;
o Entre outros;

• Implantação da certificação digital
o Não necessidade de impressão do prontuário em papel;

• Implantação de uma rede wifi gratuita que abrange todo o hospital;
o Aquisição do sistema/configuração;
o Aquisição de 47 access points.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700