Goiânia, 26 de abril de 2017    




Notícias

(12/05/2015) Serviço de Farmácia Clínica oferecido no HGG completa um ano

O serviço acompanha os pacientes internados e verifica o uso racional de medicamentos na instituição

Você sabe qual é a função do serviço de Farmácia Clínica em um hospital? Farmácia Clínica é uma área voltada à ciência e prática do uso racional de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado diretamente ao paciente, de forma a otimizar a farmacoterapia, promover saúde, bem-estar e prevenir doenças.

O serviço está disponível no Hospital Alberto Rassi - HGG há um ano e foi uma das exigências para a unidade conseguir o título de acreditação hospitalar da Organização Nacional de Acreditação (ONA). O farmacêutico Renato Rocha Martins afirma que poucos hospitais em Goiânia oferecem esse serviço.

"A farmácia clínica existe no HGG desde março de 2014 e ainda está em fase de implementação. É um serviço de vanguarda já que poucos hospitais de Goiânia o oferecem. Atualmente, estamos em todas as áreas do hospital, de formas diferentes. No Centro de Terapia Intensiva (CTI), avaliamos as prescrições dos pacientes, interações medicamentosas, compatibilidade dos medicamentos, trituração e administração via sonda, e outros aspectos. Fazemos essa análise diariamente", afirmou o farmacêutico.

Além do CTI, o serviço também é realizado nas enfermarias. "Na Clínica Médica é realizada a reconciliação medicamentosa, ou seja, quando o paciente chega ao hospital para internação, a gente verifica se os medicamentos que ele tomava em casa continuarão a ser utilizados no hospital. No caso de encontrar divergências entramos em contato com o prescritor sugerindo alterações, opções disponíveis no HGG. Caso o paciente precise utilizar os medicamentos que traz de casa, verificamos se estão em boas condições de uso, dentro do prazo de validade, se estão íntegros".

A jovem Pedriany Silva Xavier está internada na unidade há dois dias para tratamento de Lúpus. "Eu gostei bastante do serviço. Atualmente faço uso dos medicamentos Prednisona e do Hidroxicloroquina. Quando cheguei para internar fui informada que aqui no hospital tem esses medicamentos, então não vou precisar utilizar os meus", disse Pedriany. O serviço de Farmácia Clínica também é parte fundamental do Projeto Terapêutico Singular (PTS), que envolve toda equipe multidisciplinar para a avaliação de casos mais complexos que estão em um período longo de internação.

Segundo o farmacêutico, esse serviço evita erros de medicação e reduz os riscos de eventos adversos. "Todas essas medidas são em prol da segurança do paciente, que tem o objetivo de racionalizar o uso de medicamentos do hospital e tornar a internação mais segura. O paciente vê como uma economia. Nós do HGG enxergamos como uma medida de segurança".

O farmacêutico também acompanha os últimos momentos do paciente na instituição, principalmente nos casos de internação prolongada. No momento da alta, a prescrição médica é transcrita a uma cartilha ilustrada onde constam informações como horário, dosagem e via de administração. "Além das recomendações de cuidado no armazenamento e administração dos medicamentos, e educação quanto a importância da adesão ao tratamento, orientamos onde ele vai conseguir os medicamentos que o médico prescreveu, se estão disponíveis na rede pública ou se precisará compra-los", finalizou.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700