Goiânia, 25 de setembro de 2017    




Notícias

(29/05/2015) Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco

Ação aconteceu no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA) da unidade na manhã desta sexta-feira, 29 de maio

A equipe médica e multidisciplinar do Hospital Alberto Rassi – HGG antecipou a comemoração do Dia Mundial sem Tabaco, e nesta sexta-feira, 29 de maio realizaram atividades de conscientização do público que estava no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA) da unidade aguardando por consultas. A manhã foi marcada por muita interatividade entre pacientes e palestrantes.

Enquanto esperavam chamar a senha que tinham em mãos, os usuários puderam assistir a palestras, tirar dúvidas e também realizar o teste de dependência de nicotina. A abertura do evento foi realizada pela fonoaudióloga Mariela Vidal que abordou os malefícios que o cigarro causa para a voz. “O cigarro pode causar alterações como rouquidão. O fumo causa inflamação nas cordas vocais com acúmulo de muco, que vai engrossando a voz e deixando mais rouca. É preciso sempre ficar atento porque a rouquidão pode ser sinal de outras doenças mais graves, como câncer”.

A fisioterapeuta Juliana de Medeiros orientou a plateia a ter hábitos saudáveis. “É importante levar uma vida saudável e praticar atividades físicas pelo menos três vezes por semana. Se você fizer caminhada de meia hora, já é o bastante. Já está contribuindo para melhorar a sua qualidade de vida”. Ainda sobre os hábitos, Juliana lembrou sobre os problemas de quem convive com fumantes, que são chamados de fumantes passivos.

A dona de casa Avelina da Silva Costa concordou com a fisioterapeuta e disse que sofreu a vida inteira com fumaça de cigarro. “A minha família sempre trabalhou em lavoura de fumo, então todos aprenderam a fumar muito cedo. Minha avó morreu por causa do cigarro. Meu pai também fumou bastante. Graças a Deus, eu sempre tive horror, não aguento essas pessoas que fumam perto dos outros e não tem consciência do quanto é desagradável”.

A psicóloga Telma Noleto respondeu às dúvidas dos pacientes. Sobre o motivo do ganho de peso para quem para de fumar, ela esclareceu. “Isso acontece porque ao invés de fumar, a pessoa come. O cigarro inibe a fome. Por exemplo, a pessoa está aqui aguardando o médico. Ela prefere ir lá fora fumar a comer. O cigarro é uma dependência comportamental”.

A psicóloga disse ainda que os fumantes associam o cigarro ao café. “O fumante afirma que não pode sentir o cheiro de café, que fica com vontade de fumar. Experimente apenas fumar. Experimente fumar sem olhar o celular, sem andar, sem conversar com ninguém. O fumo vai ficando chato. Os motivos de fumar geralmente são cansaço, ansiedade, felicidade. Sempre existe uma desculpa. Este hábito está associado a outros, e além da dependência comportamental, a pessoa adquire a dependência emocional”.

Entre uma palestra e outra, várias dúvidas surgiram. Clodovil Pereira estava acompanhando a mãe que foi ao HGG fazer uma consulta e perguntou: o que é pior, o cigarro ou a bebida? A psicóloga disse que a pergunta era difícil, mas que ambos fazem mal para o ser humano. “Essa mistura na verdade é uma bomba relógio, que pode explodir a qualquer momento, ou seja, a pessoa vai sentir as consequências, mais cedo ou mais tarde”.

Várias pessoas fizeram questão de participar e falar da experiência com cigarro. Romildo Angélico da Silva disse que a mãe fumou a vida toda e que morreu aos 83 anos. Telma explicou que cada corpo funciona de uma forma. “Às vezes a pessoa é fumante passiva e apresenta sérias complicações. E pode ser que se sua mãe não fumasse, ela poderia ter vivido mais”.

O pneumologista Marcelo Rabahi alertou para um problema que está presente na sociedade. “Graças às campanhas de conscientização, o número de fumantes está caindo. Há 20 anos no Brasil, de cada dez pessoas, quatro fumavam. Hoje de cada dez pessoas, uma fuma. O número de fumantes diminuiu muito. Mas a indústria não quer perder a clientela e tem criado formas de substituir o cigarro. O cigarro eletrônico, por exemplo, não tem fumaça, mas tem nicotina. Ele tem uma bateria e quando o fumante puxa o ar, a bateria acende e queima o líquido que está lá dentro, que é a nicotina. Só que nesse processo de queimar a nicotina, são produzidas uma série de substancias cancerígenas”.

Além do cigarro, o pneumologista citou outra substância preocupante. “O narguilé está popularizando e é possível ver as pessoas consumindo em festas e bares. Se um grupo de amigos sentarem ao lado do narguilé para fumar em uma noite, isso equivale com o mesmo que consumir cem cigarros. São dois problemas que estão chegando muito forte na nossa sociedade e estão querendo encobrir o malefício do cigarro”.


Fonte: IDTECH








GALERIA DE IMAGENS DO CONTEÚDO:

  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco
  • Pacientes do HGG tiram dúvidas em ação alusiva ao Dia Mundial sem Tabaco




Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700