Goiânia, 22 de outubro de 2017    




Notícias

(03/06/2015) Equipe de Cirurgia Geral supera número de cirurgias previsto no sábado

Primeira edição da ação concentrada, que tem como objetivo aproveitar a estrutura do Centro Cirúrgico do HGG no fim de semana, superou expectativas e iniciativa foi aprovada pela equipe

A equipe de Cirurgia Geral do Hospital Alberto Rassi – HGG realizou 14 procedimentos de retirada de vesícula e de hérnia neste sábado, dia 30 de maio, superando o número previsto que era de dez. Esta foi a primeira vez que o Centro Cirúrgico abriu no fim de semana para cirurgias eletivas, em um esforço concentrado para o incremento da produção em até 30% em relação à média mensal.

Para o chefe do serviço de Cirurgia Geral, Héber Cardoso, a estratégia da ação concentrada permitiu maior produtividade da equipe. “O Centro Cirúrgico fica exclusivo para nosso trabalho, temos mais salas disponíveis, mais anestesiologistas e a gente consegue fazer um número de cirurgias maior em um espaço de tempo menor”, explicou. Segundo o cirurgião, a quantidade de operações atingida no sábado é praticamente a mesma realizada durante toda a semana.

Além do serviço de Cirurgia Geral, a equipe de enfermagem, de serviços multidisciplinares e da Central Humanizada de Internação (CHI) se envolveram para conseguir dar todo o apoio necessário à ação concentrada. O diretor técnico do HGG, Rafael Nakamura, atribui o sucesso da iniciativa ao trabalho em conjunto. “Estamos muito satisfeitos com o esforço de cada um. Esta primeira edição mostrou que é um modelo que vai contribuir para o aumento da capacidade produtiva do hospital”, considerou.

Pacientes
Não houve perda de tempo. A todo momento chegavam pacientes na sala de espera do Centro Cirúrgico e a enfermeira logo chamava para entrar na sala de cirurgias, sem antes, cumprir o protocolo de cirurgia segura, checando todas as informações do paciente. “Estou ansiosa, mas feliz de já poder resolver meu problema”, disse a paciente Claudiane Alves Malheiros, que veio de Águas Lindas para a retirada da vesícula.

Aguardando há quase um ano pela cirurgia de hérnia, a paciente Geralda Fernandes, de Orizona, aprovou a iniciativa de realizar cirurgias aos sábados. “É muito bom para que as pessoas esperem menos pela operação”, comentou. Já o motorista Helvécio Maximiano Pinto, de Goianésia, não esperou mais de um mês. “Estou tranquilo e gostei de ser chamado logo”, disse.

Proface
A ação concentrada também chegou no Ambulatório de Medicina Avançada. O coordenador do Programa de Tratamento de Deformidades Faciais (Proface), Fernando Almas, atendeu oito pacientes pós cirúrgicos. De acordo com o cirurgião dentista, foram realizados 30 procedimentos, entre ajustes de oclusão em prótese, raspagem e alisamento corono radicular e restaurações.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700