Goiânia, 25 de maio de 2017    




Notícias

(01/09/2015) HGG promove campanha “Setembro da Prevenção – Alzheimer”

Objetivo é conscientizar a população sobre esse assunto que acomete grande parte da população, principalmente os idosos. Primeira ação acontece nesta quarta-feira, 2 de setembro com a palestra “O que é Alzheimer”

O Dia Mundial do Alzheimer é lembrado em 21 de setembro, e para conscientizar a população da importância deste tema, o Hospital Alberto Rassi – HGG promove durante todas as quartas do mês de setembro, a campanha Setembro da Prevenção –Alzheimer. Durante cinco semanas, vários profissionais da área da saúde explorarão o assunto, esclarecendo dúvidas e fornecendo dicas para o público da unidade.

Nesta quarta-feira, 2 de setembro, a neurologista Ane Dunk estará no Ambulatório do Medicina Avançada (AMA) do hospital ministrando a palestra "O que é Alzheimer". No dia 9 de setembro, a terapeuta ocupacional Michele Vaz Rocha ministrará a palestra “Técnicas para estimular o cérebro”. Ela afirma que essas técnicas são importantes porque podem retardar a doença. “Como o Alzheimer não tem cura, a estimulação do cérebro vai desacelerar a progressão da doença”.

No dia 16 de setembro, a nutricionista Kamila da Silva Barros irá esclarecer sobre “Dieta mediterrânea: pode ajudar a prevenir o Alzheimer?". No dia 23 de setembro, a fisioterapeuta Juliana Medeiros abordará sobre "Orientações ao cuidador para as atividades da vida diária". Finalizando as atividades, a enfermeira Wagna Barbosa ministra a palestra “Como cuidar dos portadores de Alzheimer”, no dia 30 de setembro.

Todas as palestras acontecem no Ambulatório de Medicina Avançada a partir das 7 horas da manhã. Após a explicação do profissional, o público tem a oportunidade de tirar todas as dúvidas sobre o assunto.

Sobre o Alzheimer

A Doença ou o Mal de Alzheimer é uma enfermidade incurável que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada. A doença se apresenta como demência, ou perda de funções cognitivas (memória, orientação, atenção e linguagem), causada pela morte de células cerebrais. Quando diagnosticada no início, é possível retardar o seu avanço e ter mais controle sobre os sintomas, garantindo melhor qualidade de vida ao paciente e à família.

Estima-se que existam no mundo cerca de 35,6 milhões de pessoas com a Doença de Alzheimer. No Brasil, há cerca de 1,2 milhão de casos, a maior parte deles ainda sem diagnóstico.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700