Goiânia, 22 de julho de 2017    




Notícias

(28/09/2015) Onze pacientes do HGG recebem balões intragástricos

Procedimentos aconteceram neste sábado, 26 de setembro e irão auxiliar na perda de peso. Todos os pacientes estão em tratamento no Programa de Cirurgia e Controle da Obesidade (PCCO) do Hospital Alberto Rassi - HGG


Do lado de fora do Centro Cirúrgico, a dona de casa Ivete Pereira Cardoso aguardava o filho, Aires Pereira Alves. Neste sábado, 26 de setembro, Aires e outros onze pacientes do Programa de Controle e Cirurgia da Obesidade (PCCO) do Hospital Alberto Rassi – HGG receberam balões intragástricos que auxiliarão na perda de peso. A dona de casa conta que o filho sempre foi gordinho, e por ser esquizofrênico e ter alterações de humor constante, não consegue emagrecer por conta própria.

Ele faz parte do programa de obesidade do HGG há cinco anos. “Meu filho muda muito de humor. Tem dias que ele acorda e não quer comer. E não adianta eu brigar, conversar, oferecer a comida preferida, se ele não quiser comer, ele não come. Mas na maioria das vezes, ele quer comer tudo que encontra pela frente. Não existe um equilíbrio. Antes de entrar no Centro Cirúrgico, ele estava muito nervoso e até chorou. Agora eu peço a Deus todos os dias para que o balão dê certo e ele consiga eliminar os quilos que precisa”, conta a mãe emocionada.

Pouco antes das nove horas da manhã e a salgadeira Noemi Parreira Magalhães já estava com o balão. Ela internou na quinta-feira com 101 quilos e emagreceu dois quilos em dois dias. Na manhã de sábado, estava pesando 99 quilos. Noemi está no PCCO há cinco anos e conta que a colocação do balão é a realização de um sonho. “É um procedimento muito simples, saí agora do Centro Cirúrgico consciente e muito feliz. Sempre sonhei emagrecer e quando entraram em contato comigo perguntando se eu tinha interesse em realizar o procedimento, aceitei imediatamente. A minha família também me apoiou bastante. Estou muito feliz”, afirmou.

O aposentado Ubiratan Barros é morador de Ceres, interior de Goiás. Ele não pode fazer a cirurgia bariátrica por conta de uma bolsa de colostomia que carrega há 15 anos. Para reverter este procedimento, ele precisa emagrecer. “Estou muito feliz e ansioso para colocar o balão. Para que eu não precise mais da bolsa de colostomia, tenho de emagrecer muito e o balão vai me ajudar. Se Deus quiser vou resolver dois problemas de uma vez só: vou emagrecer e não precisar usar mais a bolsa”, comemorou.

No total, onze pacientes receberam os balões intragástricos e a previsão é que eles fiquem com eles por até seis meses. Os procedimentos fizeram parte de mais uma edição da Ação Concentrada de Cirurgias Eletivas. O chefe do serviço de gastroenterologia do HGG, Américo Silvério avaliou a ação como positiva. “Foi uma manhã muito produtiva, a equipe utilizou uma dinâmica melhor. Todos os procedimentos aconteceram sem nenhuma intercorrência. A partir de agora todos os pacientes deverão seguir a dieta que já foi passada para eles nas reuniões e deverão manter o acompanhamento com a equipe multiprofissional”, afirmou.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700