Goiânia, 24 de setembro de 2017    




Notícias

(11/12/2015) Avaliadora do MEC visita HGG

Mirian Lane de Oliveira Rodrigues Castilho esteve na manhã desta quarta-feira, 9 de dezembro, no Hospital Alberto Rassi – HGG para verificar a possibilidade da abertura do Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva

A avaliadora do Ministério da Educação (MEC), Mirian Lane de Oliveira Rodrigues Castilho, esteve nesta quarta-feira, 9 de dezembro, no Hospital Alberto Rassi – HGG, com o intuito de avaliar a possibilidade da criação do Programa de Residência Médica em Medicina Intensiva. Receberam a avaliadora a diretora de enfermagem, Natalie Alves, o diretor médico, Gentil Queiroz, a gerente de Ensino e Pesquisa, Cáritas Franco, o coordenador da Comissão de Residência Médica (Coreme), Américo Silvério e o médico intensivista, Humberto Borges.

Durante a visita, a avaliadora analisou documentos institucionais e também verificou as instalações do Centro de Terapia Intensiva (CTI) da unidade. Ela explica que antes da visita in loco, é solicitada toda a documentação para que o avaliador possa fazer uma análise prévia. “O serviço do HGG solicitou recentemente o credenciamento provisório de novas vagas de residência médica e hoje especificamente a visita é só para credenciamento provisório da residência de medicina intensiva. Já recebi todos os dados da instituição como número de leitos, demanda de cirurgias, internação e hoje conheci o sistema na prática”.

Mirian explicou que as unidades devem estar adaptadas para receber a residência médica em medicina intensiva. “Para este credenciamento, é essencial avaliar as unidades de terapia intensiva, os aparelhos, equipamentos, a demanda, número de preceptores, número de vagas, e também falar com os residentes para saber a ideia que eles têm do próprio serviço. Como aqui ainda não existe residentes em medicina intensiva, nós conversamos com os residentes de outras áreas”.

A próxima etapa é encaminhar o relatório da visita para a Comissão Nacional de Residência Médica, situada em Brasília. Após a avaliação desta Comissão, o relatório chega até a Comissão Estadual de Residência Médica em Goiás (CEREM). “Acredito que o parecer de todas as Comissões será favorável, eu já estive aqui e conheço o HGG que é uma instituição que prioriza o ensino, a pesquisa, tem ótima infraestrutura e nunca teve nenhum problema com os seus programas de residência. O hospital tem grandes chances sim”.



Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700