Goiânia, 20 de agosto de 2017    




Notícias

(12/01/2016) Comitiva do Governo do Amazonas destaca humanização do HGG

Liderado pelo assessor especial Evandro Melo, grupo esteve nesta segunda-feira, dia 11 de janeiro, a convite do superintendente-executivo da SES, Halim Girade, para conhecer o modelo de gestão implantado no Hospital Alberto Rassi


Minimizar o problema do paciente, que muitas vezes passa um período prolongado de internação hospitalar. As ações de humanização do Hospital Alberto Rassi – HGG sensibilizaram a comitiva do Governo do Amazonas, que esteve na unidade nesta segunda-feira, dia 11 de janeiro, a convite do superintendente-executivo da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Halim Girade. A visita teve como objetivo conhecer as transformações e métodos de gestão implantados após contrato com a organização social Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech).

“O que mais impressionou no HGG foi a humanização. O ambiente hospitalar é muito focado na tecnologia, na visão dos médicos e às vezes deixa de lado um pouco a visão daquele paciente que vai passar muitos dias, que está sofrendo. Deixa de lado também a visão da família, que sofre junto com seu ente. E aqui, o Hospital se preocupa em diminuir de forma absoluta esta dor e achei isso fantástico”, declarou o secretário executivo de Atenção à Saúde de Amazonas, Wagner Luiz de Souza.

De acordo com o secretário executivo, o governo amazonense já começou a repensar como operar os recursos financeiros e humanos numa maior eficiência devido um novo panorama que começa a surgir na Saúde Pública do País. “Amazonas é um estado continental, com demandas de saúde bem significativas. Precisamos de leitos bem dispersos e uma plataforma modal avançada. Já investimos até 24% na Saúde, mas sabemos que temos de fazer mais, porque ocorre um aumento da procura por tratamento de traumas, além do envelhecimento da população, por exemplo”, explica.

A comitiva foi liderada pelo assessor especial do Governo de Amazonas, Evandro Melo, que já atuou na Saúde Pública. Ele comentou que o valor mensal gasto pelo Governo de Goiás é menor do que o investido em seu Estado e oferece mais qualidade. “Temos quatro hospitais que podem ser geridos por organizações sociais. Já temos experiências com as PPPs [Parcerias Públicas e Privadas]”, disse.

A diretora da Central de Medicamento do Amazonas, Andrely Córdova, elogiou a gestão do Hospital Alberto Rassi. “Estou encantada com a estrutura, com a organização, com as providências imediatas, com tudo. Parece um hospital particular”, disse. Também integrou a comitiva o secretário-executivo da Secretaria da Fazenda do Amazonas, Jorge Jatahy. Os diretores do HGG, o coordenador administrativo financeiro do Idtech, Lúcio Dias Nascimento, e o coordenador executivo, José Cláudio Romero, receberam os visitantes.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700