Goiânia, 29 de junho de 2017    




Notícias

(12/02/2016) Unidade móvel do Hemocentro recebe doadores em frente ao HGG

Campanha aconteceu nesta quinta-feira, dia 11 de fevereiro, e envolveu colaboradores do Hospital Alberto Rassi – HGG

Os colaboradores do Hospital Alberto Rassi – HGG deram uma verdadeira lição de solidariedade nesta quinta-feira, dia 11 de fevereiro. É que a unidade móvel do Hemocentro de Goiás (Hemogo) esteve durante todo o dia no estacionamento do hospital para uma campanha de doação de sangue. A iniciativa, que teve como objetivo reforçar o estoque do banco de sangue, já passou este ano por outros hospitais do Estado, como o Hospital de Urgências de Aparecida de Goiânia (Huapa) e Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo).

Entre às 8 e 16 horas, o ônibus equipado para receber os doadores ficou à disposição dos colaboradores do HGG, familiares de pacientes e também dos comerciantes locais. A demanda do Hemocentro de Goiás é grande, já que o banco é responsável por abastecer todos os hospitais públicos do Estado, por isso a unidade precisa constantemente de doações.

Marja de Jesus Rodrigues trabalha como encarregada na empresa “Interativa”, empresa terceirizada para a limpeza do hospital. A colaboradora conta que sempre teve vontade de fazer a doação de sangue, porém nunca tinha tido oportunidade, e o medo também prejudicava a ação. “Quando eu vi que o ônibus estava aqui, percebi que era o momento de contribuir e poder ajudar a salvar vidas”, disse.

O enfermeiro Kelbison Gomes Oliveira também participou da ação. O colaborador disse que sempre que tem a oportunidade ele faz a doação de sangue, inclusive para outros bancos, como o da Santa Casa. “Meu sangue é do tipo O negativo, que é um pouco mais raro e por isso sempre falta muito. É muito bom poder contribuir para essa causa, porque não sabemos o dia de amanhã, quem sabe não seremos nós que vamos precisar desse sangue um dia?”, refletiu.

Acompanhantes também fizeram parte da ação. O pedreiro Divonildo Rodrigues Barbosa foi ao HGG levar sua mãe para um exame, quando viu o ônibus do Hemocentro. “Eu doo sangue desde os 18 anos. Vou ser o primeiro a fazer a doação hoje”, disse ele. Divonildo doou pela primeira vez por conta de um acidente que o pai de um amigo sofreu e desde então percebeu o quanto o gesto era importante.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700