Goiânia, 20 de agosto de 2017    




Notícias

(18/02/2016) Paciente que chegou em estado de desnutrição grave passa por cirurgia no HGG

Funcionário público ganhou 10 quilos durante a internação. Agora se recupera de cirurgia de reconstrução de intestino que foi realizada nesta quarta-feira, 17 de fevereiro

O bom humor e 10 quilos a mais diferem o homem de 56 anos que deu entrada no Hospital Alberto Rassi – HGG a pouco mais de um mês, em estado de desnutrição grave. O funcionário público Jairo D’Arc chegou à unidade reclamando de fortes dores por conta de problemas com a bolsa de colostomia, e um mês depois a situação é outra. “Estou muito melhor, minha autoestima mudou bastante desde que cheguei aqui”, afirmou o funcionário público que está recebendo atendimento da equipe médica e multidisciplinar.

Na tarde desta quarta-feira, 17 de fevereiro, o paciente passou por cirurgia de reconstrução de trânsito intestinal. De acordo com o chefe do Serviço de Cirurgia Geral do HGG, Héber Cardoso, antes de realizar o procedimento foi necessário cicatrizar as feridas e realizar a recuperação nutricional do paciente. “Quando o Jairo chegou, ele estava bastante desnutrido e apresentava queimaduras e secreções intestinais em toda a parede do abdome. O objetivo dessa cirurgia de reconstrução de trânsito intestinal é eliminar o uso da bolsa de colostomia. Vamos aguardar a recuperação dele, mas a partir de agora ele vai se alimentar e as fezes sairão pelo ânus normalmente”, explicou.

Jairo chegou a unidade desnutrido, pesando apenas 25 quilos. “Quando eu cheguei aqui, estava só com a pele e osso e muito debilitado. Agora já adquiri fortalecimento muscular e consigo andar. Se precisar dar uma nota para a equipe aqui seria nota 1000, desde a faxineira ao médico mais graduado”, elogiou. Após a cirurgia, ele foi transferido para o Centro de Terapia Intensiva para observação. Mas ele já revelou o maior desejo para quando receber alta do hospital. “Quero jogar vídeo game. Desde que passei pela primeira cirurgia em setembro, eu sentia muitas dores e não conseguia fazer nada. Agora espero voltar a ter uma vida normal”, revelou.

Entenda o caso

Tudo começou em setembro de 2015, quando Jairo passou por cirurgia de apendicite em um hospital de Aparecida de Goiânia. Dias depois precisou passar por outra cirurgia por conta de um pequeno espaço entre os pontos que estavam vazando fezes. Em outubro, passou pela terceira cirurgia para a colocação da bolsa de colostomia, que não aderiu à pele, ocasionando o vazamento de fezes o tempo inteiro. No HGG, Jairo chegou dia 11 de janeiro em estado de desnutrição grave e reclamando de fortes dores. Jornais locais noticiaram o caso.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700