Goiânia, 22 de outubro de 2017    




Notícias

(15/03/2016) Colaboradores do HGG são treinados para agir em situações de emergência

Treinamento aconteceu nesta sexta-feira, 11 de fevereiro, no Auditório da unidade. Participaram da atividade os 129 colaboradores que atuam nas recepções, colaboradores brigadistas e todas as gerências

Com o objetivo de preparar e orientar os colaboradores para a prevenção e atuação em situações de risco, o Hospital Alberto Rassi – HGG promoveu nesta sexta-feira, 11 de março, treinamento no Auditório da unidade. Participaram da atividade 129 colaboradores que atuam em todas as recepções (Logística, Ambulatório de Medicina Avançada (AMA), Central Humanizada de Internação - CHI e Apoio em Diagnóstico), colaboradores brigadistas e todas as gerências.

O primeiro módulo do curso abordou sobre o Plano de Contingência da unidade. O diretor administrativo do HGG, Alessandro Purcino, explica que durante o treinamento os colaboradores receberam uma cartilha de bolso com orientações resumidas. “O Plano de Contingência consiste no mapeamento de situações de risco que podem ocorrer no hospital e para as quais a instituição deve ter um planejamento de como agir. O Plano é flexível e revisado periodicamente. A ideia de criar a cartilha de bolso surgiu para facilitar e familiarizar o colaborador com o assunto”.

O aspirante Wheslley Alves que atua no Batalhão de Salvamento em Emergência do Corpo de Bombeiros ministrou o segundo módulo sobre prevenção e atuação em situações de emergência. De acordo com ele, com a complexidade da estrutura do HGG, é muito importante que os colaboradores sejam treinados de forma contínua. “Em casos de catástrofes, desastres, incêndio, os colaboradores treinados podem auxiliar no resgate até a chegada dos bombeiros. Deixamos claro que o colaborador só deve atuar se sentir seguro para a ação”, afirmou.

O último módulo do curso foi ministrado pelo gestor em segurança pessoal e patrimonial, Renato Urani. Ele orientou os colaboradores em como agir em situações de risco, em casos de agressão a clientes internos e externos. Há quarenta e cinco dias trabalhando no hospital, a recepcionista Meirielle Patrícia da Silva Marinho elogiou o treinamento. “Eu achei excelente, principalmente a parte dos casos de agressão. Nós que ficamos na recepção estamos na linha de frente dos problemas, e é muito importante saber agir nesses casos”.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700