Goiânia, 18 de dezembro de 2017    




Notícias

(09/05/2016) HGG mantém certificação ONA e é elogiado por avaliadores

Visita dos avaliadores do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES), instituição acreditadora credenciada à ONA, aconteceu entre os dias 4 e 5 de maio. Excelência e transparência nos dados, ações de humanização, acompanhamento de indicadores do CTI foram alguns dos pontos fortes citados

O avaliador líder do Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES), instituição acreditadora credenciada à ONA, Christian Hart, anunciou que o Hospital Alberto Rassi – HGG vai continuar com o título de acreditação hospitalar nível 2, que também é conhecido por acreditação plena. A divulgação foi feita na tarde desta quinta-feira, 5 de maio, no Auditório do HGG, no final da primeira visita para manutenção do título conquistado pela unidade no ano passado.

Christian elogiou a instituição e afirmou que visitar o HGG é sempre um aprendizado. “Por toda a complexidade do hospital e pelo modelo de gestão que é sempre muito elogiado por nós. A gestão da saúde pública ainda sofre muito com falta de transparência, má gestão e aqui a gente é sempre bem surpreendido”, afirmou. Os pontos fortes detectados pelos avaliadores e as oportunidades de melhorias, ou desafios sistêmicos, foram repassados para as diretorias, gerências e colaboradores.

De acordo com o avaliador, as sugestões deixadas por eles já são para preparar a unidade para o próximo nível de acreditação. Entre os pontos fortes elencados estão: revisão no modelo de gestão de protocolos multidisciplinares, modelo de preparo e administração de medicação a beira leito, entendimento multidisciplinar da gestão dos riscos assistenciais, entre outros. “Nesse quesito é bom parabenizar vocês mais uma vez porque gestão de risco é algo que as instituições demoram levar isso para a ponta e aqui já está estruturado”.

Na primeira oportunidade de melhoria foi citada a sustentação do uso de critérios formais para a distribuição de recursos financeiros, humanos, materiais e equipamentos. De acordo com Christian, essa sugestão está sendo deixada para todas as instituições visitadas pelos avaliadores, devido ao momento que o País está passando. Também foram citados como oportunidades de melhorias, ou desafios sistêmicos, a reavaliação do modelo assistencial das unidades abertas e reavaliação da classificação dos riscos mapeados nos processos quanto à criticidade dos mesmos.

O diretor técnico do HGG, Rafael Nakamura, agradeceu mais uma vez todos os colaboradores da unidade, ressaltando que a conquista é de todos. “Esse momento para nós que já estamos aclimatados com essa filosofia, é um momento de ansiedade ao contrario. Já foi medo e hoje é ansiedade para escutar sugestões para melhorias. E um dos momentos de maior crescimento é quando estamos na crise, não digo política ou econômica, mas de uma maneira geral, porque ela nos tira da nossa zona de conforto. Essas oportunidades são muito valiosas, e a equipe está de parabéns, esse trabalho não é de uma só pessoa, são de todos”.

Confira os pontos fortes citados pelos avaliadores:

- Excelência e transparência na gestão da saúde pública.
- Revisão no modelo de gestão dos protocolos multidisciplinares
- Projeto de integração dos novos enfermeiros, orientações sobre uso da hemoterapia (uso racional do sangue)
- Integração dos novos colaboradores, treinamentos
- Programa Gestão Cidadã
- Inúmeras ações sociais e de humanização, desdobra mesmo com a crise
- Aplicação do sistema informatizado na ponta.
- Eficácia da comunicação gráfica e visual em todas as áreas, programas, mascotes, métodos de comunicação
- Monitoramento diário dos controles internos do laboratório
- Reuniões multidisciplinares do CTI para acompanhamento dos indicadores com definições de ações efetivas
- Entendimento multidisciplinar da gestão dos riscos assistenciais (gestão de risco é algo que as instituições demoram levar isso para a ponta)
- Modelo de preparo e administração de medicação a beira leito
- Ações de segurança e medicamentosa pra medicamentos de alta vigilância e psicotrópicos (guarda segregada conforme diretrizes mais atuais)
- Histórico de resultados do PAEC na hemovigilância


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700