Conselho determina normas obrigatórias para profissionais de enfermagem do HGG



Coren/GO visitou HGG e detectou inconformidades por parte dos profissionais, como documentos assinados sem número de inscrição e registro. Diretoria de Enfermagem do hospital orienta profissionais sobre o registro dos documentos e os itens da execução do processo de enfermagem

O Conselho Regional de Enfermagem de Goiás (Coren/GO) visitou o Hospital Alberto Rassi - HGG no dia 13 de abril e detectou inconformidades no cumprimento de normas pelos profissionais da área. Após a visita do Conselho, a Diretoria de Enfermagem do HGG orientou os profissionais de enfermagem ao cumprimento das normas dispostas na Circular Interna 042/2016 e na circular 043/2016. Os documentos tratam respectivamente do registro de enfermagem com especificação do número de inscrição e categoria profissional e da execução do processo de enfermagem.

De acordo com a diretora de Enfermagem do HGG, Natalie Andraschko, durante o exercício profissional é obrigatória identificação completa em todos os documentos, como relatórios de pacientes e de enfermagem. "Qualquer documento preenchido pelo profissional tem que conter a categoria profissional e o número do registro no Conselho Regional de Enfermagem. É uma obrigatoriedade disposta inclusive no código de ética profissional", enfatizou a diretora.

Quanto à execução do processo de enfermagem, ele é composto em cinco itens: coleta dos dados de enfermagem, diagnóstico de enfermagem, planejamento de enfermagem, implementação e avaliação de enfermagem. Todas essas etapas também precisam ser cumpridas durante a assistência aos pacientes e também estão dispostas no código de ética de Enfermagem. Os profissionais que não cumprirem as normas podem ser responsabilizados formalmente pelo HGG, pelo Conselho de Ética local e pelo Conselho Regional de Enfermagem.



Quer receber notícias e novidades do Idtech diretamente no seu e-mail?

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

© IDTECH - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS