Goiânia, 21 de agosto de 2017    




Notícias

(24/06/2016) Ministério do Trabalho reforça fiscalização da NR-32

Caso detectada qualquer irregularidade no Hospital Alberto Rassi – HGG a autuação será estendida para os colaboradores, independente do vínculo, que vierem a descumprir as normas legais

O Hospital Alberto Rassi – HGG e Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) promoverão vistorias e fiscalização em toda a unidade hospitalar com o objetivo de identificar o cumprimento da Norma Regulamentadora 32. A NR-32 deve ser adotada por todos os profissionais que atuam no ambiente hospitalar.

De acordo com a Circular Interna nº 0133, da Coordenação Executiva do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), caso detectada qualquer irregularidade no HGG por parte da Superintendência Regional de Trabalho da 18ª Região, a autuação será estendida para os colaboradores, independente do vínculo, incluindo prestadores de serviços, estagiários, internos, residentes, graduandos e pós-graduandos, que vierem a descumprir as normas legais.

Isto quer dizer que, caso houver infringência à NR-32 por qualquer profissional e, em decorrência deste descumprimento, o HGG vier a ser penalizado com aplicação de multa, a unidade poderá ingressar com ação judicial regressiva objetivando a reparação e/ou ressarcimento do dano contra aquele que causou o prejuízo financeiro.

Com as fiscalizações mais frequentes da Superintendência Regional de Trabalho, serão cobradas ações mais efetivas para que não haja o descumprimento da NR-32. “Observamos que o profissional de saúde conhece as normas, mas tem uma ilusão de imunidade, descumprindo regras básicas que protegem a sua própria saúde”, explica o diretor administrativo, Alessandro Purcino.

A fiscalização interna do cumprimento das normas é realizada pela Comissão da NR-32 em parceria com o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho (Sesmt). “Ao identificar um colaborador que não segue as regras, a Comissão notifica a gerência imediata, que deve solicitar a advertência e, dependendo da reincidência, a suspensão ou desligamento, ou abertura de processo administrativo disciplinar no caso de servidores”, explica o diretor.

Principais normas da NR-32
- Não utilizar adornos (brincos, anéis, alianças, piercings, relógios, correntes, colares);
- Não consumir alimentos nos postos de trabalho (somente em refeitórios e copas destinadas para este fim);
- Nunca usar o jaleco fora do ambiente hospitalar;
- Cabelos devem sempre estar presos ou com toca e barbas aparadas;
- Não utilizar pias para fins diferentes do que o previsto;
- Sempre lavar as mãos;
- Usar os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700