Goiânia, 26 de abril de 2017    




Notícias

(29/06/2016) Mais de 240 profissionais participam da Semana de Qualidade do Prontuário no HGG

Evento promovido pela Comissão de Análise e Revisão de Prontuários do Hospital Alberto Rassi – HGG em parceria com o Núcleo de Educação Continuada e Gerência de Desenvolvimento de Pessoas aconteceu entre os dias 20 e 27 de junho

Com o objetivo de conscientizar os profissionais de saúde para o correto preenchimento dos prontuários, a Comissão de Análise e Revisão de Prontuários do Hospital Alberto Rassi – HGG em parceria com o Núcleo de Educação Continuada e Gerência de Desenvolvimento de Pessoas promoveram entre os dias 20 e 27 de junho, a Semana de Qualidade do Prontuário. Mais de 240 profissionais participaram da programação especial que incluiu seminários, capacitação in loco, além de discussão do tema nas aulas de residência médica e multiprofissional do HGG.

O seminário “Qualidade do Prontuário: um desafio permanente” aconteceu nos dias 21 e 27 e contou com palestras do diretor técnico do HGG, Rafael Nakamura e do conselheiro do Conselho Regional de Medicina de Goiás (Cremego) e professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Lueiz Amorim Canedo. De acordo com o conselheiro, o documento é a base da medicina. “O profissional que não preenche o prontuário de forma adequada, está sujeito a penas médicas, cíveis e criminais. Nós precisamos aprender que não somos médicos apenas para diagnóstico e prescrição, precisamos atuar na parte burocrática também”, afirmou.

Durante a semana, a enfermeira Bárbara Oliveira Guedes, que é membro da Comissão de Análise e Revisão de Prontuários percorreu os setores abordando com a equipe de enfermagem sobre o correto preenchimento do documento. “Nosso objetivo foi fortalecer os registros de enfermagem como meio de comunicação eficaz e de qualidade conscientizando a equipe da importância e responsabilidade profissional. Os registros efetuados pela enfermagem têm a finalidade essencial de fornecer informações sobre a assistência prestada, assegurar a comunicação entre os membros da equipe de saúde e garantir a continuidade das informações nas 24 horas, condição indispensável para a compreensão do paciente de modo global”.

A gerente de enfermagem do Centro Cirúrgico, Jélique Medeiros, aprovou a iniciativa das informações irem até os profissionais, sem que eles precisassem se ausentar do posto de trabalho. “O treinamento in loco é muito positivo porque conseguimos abranger o maior número de profissionais, além de não prejudicar o andamento das rotinas”, pontuou. Para ela, o treinamento “vai conscientizar os profissionais da importância do prontuário estar legível e com dados fidedignos”.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700