Goiânia, 22 de agosto de 2017    




Notícias

(29/06/2016) Temática ambiental envolve pacientes no 18º Riso no HGG

Espetáculo “Mundo Cerrado” foi apresentado para o público do Hospital Alberto Rassi nesta segunda-feira, 27 de junho. Apresentação estimulou a reflexão do público para a importância da preservação do meio ambiente

No mês em que se comemora o Dia Mundial do Meio Ambiente, o Hospital Alberto Rassi – HGG recebeu o espetáculo Mundo Cerrado, estrelado pelo grupo de Teatro Arte e Fatos da Coordenação de Arte e Cultura (CAC/Proex) da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO). A apresentação contemplou a 18ª edição do projeto Riso no HGG que aconteceu na noite desta segunda-feira, 27 de junho, para pacientes, familiares e colaboradores, no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA) da unidade.

A peça contou a história de seis animais que estão ameaçados de extinção e decidem lutar pela preservação do Cerrado. A anta, arara-azul, lobo-guará, onça-pintada, o tamanduá-bandeira e o bicho-preguiça arrancam boas gargalhadas do público quando estão discutindo como vão agir para conscientizar os seres humanos da importância de preservar o meio ambiente. O Curupira, personagem conhecido do folclore brasileiro também auxilia os bichos e sequestra dois caçadores que tinham a intenção de desmatar a natureza e matar animais inocentes.

No fim, os caçadores são perdoados e os bichos distribuem sementes de plantas nativas do cerrado para o público. A aposentada Wilma Barros Lemes sentou na primeira fileira de cadeiras e filmou toda a apresentação. Ela que está internada há doze dias para tratar problemas no coração e pulmão, ficou surpresa ao assistir uma peça teatral no hospital. “Eu fiquei muito emocionada. O espetáculo é muito lindo e traz uma mensagem que é importante preservarmos a natureza. Precisamos passar essa mensagem pra frente e eu vou fazer a minha parte. Vou mandar esse vídeo para a minha irmã que mora na Argentina”, afirmou.

A dona de casa Cleonice Avelino Siqueira também refletiu sobre o tema. Ela disse que o desmatamento e a extinção dos bichos é uma realidade no Brasil. “Tenho alguns parentes que moram na região norte do País e sei de relatos de pessoas presas por causa de desmatamento ilegal. Esse tema é muito importante para ser discutido na sociedade, porque é preciso que as autoridades tomem alguma atitude o quanto antes. A situação está feia”, pontuou Cleonice.

O diretor do espetáculo que também é interprete do caçador na peça, Edson de Oliveira, agradeceu o convite e afirmou que o espetáculo deixa uma reflexão importante. “É com muito prazer que estamos trazendo esse trabalho aqui no HGG falando sobre o meio ambiente, desmatamento, conscientização, sobre a extinção desses animais aqui representados. Agradecemos a oportunidade”. O ator Alan Collins, que interpreta o bicho-preguiça também aprovou a experiência. “É a primeira vez que eu apresentei em um hospital e achei muito legal. O público é diferente e interagiu bastante, além de passar uma energia diferente para nós”.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700