Goiânia, 27 de julho de 2017    




Notícias

(28/07/2016) HGG realiza 250 atendimentos no Dia Mundial da Luta contra Hepatites Virais

Evento aconteceu na manhã desta quarta-feira, 28 de julho, no estacionamento do Hospital Alberto Rassi. Foram disponibilizadas vacinas contra hepatite B e testes rápidos, além de aferição de pressão e orientações com médicos e equipe multidisciplinar

Em comemoração ao Dia Mundial da Luta contra Hepatites Virais, o Hospital Alberto Rassi – HGG disponibilizou na manhã desta quarta-feira, 28 de julho, serviços gratuitos para a população, totalizando 250 atendimentos. Quem passou pelo evento, teve a oportunidade de aferir a pressão e receber orientações com médicos e equipe multidisciplinar. Além disso, foram disponibilizados testes rápidos para detecção de hepatite B e C e feita a distribuição de preservativos. Cerca de 170 pessoas fizeram o teste, que apontou sete resultados positivos. Esses participantes especificamente foram orientados pelos médicos gastroenterologistas a procurarem a rede básica de saúde.

Àqueles que apontaram resultados negativos, foram imunizados com vacinas contra hepatite B e C. A diarista Florisneide Cardoso de Lima foi até o hospital para uma consulta com a equipe de dermatologia. Porém ela fez confusão e ficou sabendo que a consulta na verdade será em outra data. Quando soube da campanha, fez questão de participar. “Eu achei ótimo porque eu não perdi viagem. Eu confundi achando que a consulta era hoje, mas fui contemplada com essa ação. Nunca vacinei contra hepatite, e também nunca tinha feito o teste. Estou satisfeita”, elogiou.

O operador de máquinas Manoel Caetano de Souza estava passando na rua e recebeu o convite para participar do evento. Ele afirma que nunca havia recebido orientações sobre hepatite, e que ficou contente com o atendimento. “Gostei bastante. Passei por todas as mesas, medi pressão, falei com a nutricionista, fiz o teste e depois vacinei. Vocês estão de parabéns, porque se tratando de saúde, não podemos brincar”.

Médico gastroenterologista do Hospital Alberto Rassi, Américo Silvério, explicou que a hepatite é um processo de inflamação no fígado, que pode ser causada por vários fatores como álcool, remédio e até infecção. Ele alertou que as campanhas tem a finalidade de disseminar informação para a população. “A maioria das hepatites quando se tornam crônicas levam a uma inflamação no fígado que podem evoluir pra cirrose ou até mesmo câncer. Normalmente são doenças silenciosas, com poucos sintomas. As campanhas são importantes porque as pessoas fazem o teste, e caso o resultado dê positivo, podem procurar tratamento em fase inicial, impedindo maiores complicações”.

Palestra

Para alertar os usuários que aguardavam por consulta no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA), a médica residente em gastroenterologia, Laize Mariane Gonçalves Castro ministrou palestra na tarde desta quarta-feira, 27 de julho, explicando sobre a importância da detecção precoce das hepatites. Ela explicou que as vacinas contra a doença são ministradas em três doses e que não adianta tomar de forma incompleta. A dona de casa Maria de Jesus participou da atividade e questionou a médica se o hemograma completo pode detectar a doença. “Não. É preciso solicitar o médico o teste específico para hepatite”, revelou Laize.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700