Goiânia, 24 de setembro de 2017    




Notícias

(11/08/2016) Campanha no HGG incentiva descarte correto de materiais perfurocortantes

Comissão de NR-32 e Seção de Educação Continuada estão promovendo blitz educativas em toda a unidade. Entre os dias 8 e 12 de agosto, colaboradores de todos os setores do Hospital Alberto Rassi receberam orientações e panfletos informativos

De acordo com a Norma Regulamentadora 32 – (NR-32), cada profissional é responsável pelo lixo gerado até o seu descarte final. Para conscientizar os colaboradores sobre o cumprimento desta regra, principalmente sobre o descarte correto de materiais perfurocortantes, a Comissão de NR-32 e a Seção de Educação Continuada do Hospital Alberto Rassi – HGG promoveram entre os dias 8 de 12 agosto, campanha interna, com a realização de blitz nos postos de trabalho.

Colaboradores que atuam na Clínica Médica, Clínica Cirúrgica, Diálise, Hemodiálise, Central de Material e Esterilização (CME), Laboratório, Centro de Terapia Intensiva (CTI), Ambulatório de Medicina Avançada (AMA), Intercorrência, Apoio e Diagnóstico, Centro Cirúrgico e equipe de limpeza da unidade receberam orientações e panfletos informativos sobre tema.

De acordo com a coordenadora da Comissão de NR-32, Wagna Barbosa, a campanha será permanente com o objetivo de alertar os profissionais que o descarte incorreto de perfurocortantes pode causar acidentes graves. “Esses materiais devem ser descartados no local em que foram gerados, separadamente e de maneira imediata após o seu uso, na caixa Descarpack. Se cada um fizer a sua parte, podemos evitar acidentes, e contribuir para que o lixo tenha o seu descarte final correto”.

A gerente da Seção de Educação Continuada do HGG, Fabrícia Cândida, explicou que o lixo composto por materiais perfurocortantes, luvas, gazes, algodão e demais artigos utilizados na assistência direta ao paciente são classificados como lixo infectante e seu destino final é a incineração. “Já o lixo comum é segregado e encaminhado para o abrigo externo temporário e posteriormente é recolhido e encaminhado para a empresa especializada”.

O enfermeiro da Clínica Cirúrgica João Paulo Silva Rezende acredita que essas ações são importantes porque reforçam a obrigação do profissional sobre o descarte de correto do lixo. “É importante porque garante a segurança do trabalhador em saúde. Quando eu vejo alguém descartando o lixo de forma incorreta, eu aviso que está errado”.

Saiba como descartar corretamente os materiais perfurocortantes e evite acidentes:

- Não reencape, quebre ou entorte agulhas;
- Não desconecte a agulha das seringas;
- O coletor de material perfurocortante (Descarpack) possui linha limite de capacidade que deve ser respeitada;
- Vidros, ampolas e frascos de medicação também devem ser descartados no Descarpack;
- Não jogue no Descarpack: luvas, algodão, papel, embalagens, ou equipos. Para isso, utilize as lixeiras brancas (lixo infectante) ou preta (lixo comum), conforme descrição nas tampas de cada uma.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700