Goiânia, 21 de agosto de 2017    




Notícias

(31/08/2016) Palestra sobre comunicação de más notícias encerra Semana da Psicologia

Psicóloga da Central de Transplantes, Patrícia Vasconcelos, orientou equipe multiprofissional na manhã desta quarta-feira, dia 31 de agosto, no auditório do Hospital Alberto Rassi – HGG

Situação comum no dia-a-dia do ambiente hospitalar, porém um tema delicado para os profissionais, comunicar más notícias ainda é um desafio para muitos. Na manhã desta quarta-feira, dia 31 de agosto, mais de 40 colaboradores da equipe multiprofissional do Hospital Alberto Rassi – HGG participaram da palestra Comunicação de Más Notícias, com a psicóloga Patrícia Vasconcelos, que atua na Central de Transplantes do Estado. A atividade encerrou a Semana da Psicologia, promovida em comemoração ao Dia dos Psicólogos, que reuniu ao todo 70 participantes.

“A comunicação de uma má notícia tem que começar pelo acolhimento. Acolher é estar com o paciente. Primeiro, visualizar como está o paciente ou a família e realmente estar em contato com esta pessoa, entendendo como ele está recebendo a informação. Isso vai fazer toda a diferença”, orientou Patrícia Vasconcelos, que é mestre em Psicologia Clínica.

De acordo com a palestrante, a reação do receptor da má notícia passa por seis fases, sendo elas: o choque inicial, a negação, a raiva, a barganha, o reconhecimento da perda e a perspectiva de futuro. Para lidar com estes momentos, a psicóloga recomendou olhar sempre nos olhos, de forma a passar confiança.

Patrícia destacou ainda que o cuidado deve ser tomado por todos os profissionais, não tão somente médicos e psicólogos, pois a má notícia não se refere apenas às mortes. “Tem paciente que considera negativo ter de ficar mais dias internados do que o previsto ou precisar tomar um remédio de uso contínuo por toda vida, por exemplo”, explicou.

A enfermeira Marina Pereira Lima atua na Clínica Médica do HGG, onde ela diz ter muitos casos de pacientes que precisam de amputação ou com diagnóstico de hemodiálise. “Por isso achei muito importante a palestra. Quando é preciso avisar o paciente, a enfermagem participa junto com o médico e o psicólogo. E como temos um vínculo grande com o paciente, é preciso estar preparado para facilitar esta comunicação”, considera.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700