Goiânia, 29 de maio de 2017    




Notícias

(15/09/2016) Palestra e teste de higienização das mãos marcam o Dia Mundial da Sepse no HGG

Nesta terça-feira, 13 de setembro, o Hospital Alberto Rassi promoveu um dia de conscientização sobre a doença para colaboradores e visitantes

O Núcleo de Educação Continuada do Hospital Alberto Rassi – HGG promoveu nesta terça, 13 de setembro, uma ação para os visitantes e colaboradores da unidade, em alusão ao Dia Mundial da Sepse. Antigamente a doença era conhecida como infecção generalizada, porém, trata-se de uma inflamação generalizada do próprio organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. Essa inflamação pode levar a parada de funcionamento de um ou de mais órgãos, com risco de morte quando não descoberta e tratada rapidamente.

De acordo com a gerente do Núcleo de Educação Continuada, Fabrícia Cândida, existe um desconhecimento da doença por parte da população e o objetivo desta campanha é alertar os familiares que é possível identificar os sintomas iniciais de uma infecção grave. “Quando a sepse é reconhecida rapidamente e bem tratada, as chances de sobreviver são muito maiores. Além disso, é os hábitos de higiene para quem vai visitar um paciente no hospital são fundamentais para evitar esse tipo de infecção, como a lavagem correta das mãos”.

Uma caixa com luz negra, que detecta bactérias que não podem ser vistas a olho nu foi colocada na portaria do HGG e o desafio foi realizado com os familiares que aguardavam para visitar os pacientes das enfermarias e Centro de Terapia Intensiva (CTI). A aposentada Gercina Mendes Rabelo ficou assustada com o que viu. “Meu Deus, eu sempre lavo as mãos antes de comer, e antes de sair de casa, mas hoje eu precisei vir de ônibus, e com certeza peguei esses germes no caminho”.

Palestra

O reconhecimento precoce da doença é a chave para o tratamento adequado. Para orientar os profissionais da unidade, o coordenador do CTI do HGG, médico intensivista, Durval Pedroso, ministrou a palestra “Sepse, um problema de saúde pública”, reforçando com os médicos e equipe de enfermagem que as primeiras seis horas são fundamentais.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700