Goiânia, 18 de outubro de 2017    




Notícias

(30/09/2016) Neurologistas assistem à palestra sobre miastenia grave

Médica Elza Dias Tosta, referência internacional na Neurologia, abordou sobre tratamentos para a doença neuromuscular no Hospital Alberto Rassi – HGG, nesta sexta-feira, dia 30

O Hospital Alberto Rassi – HGG recebeu nesta sexta-feira, dia 30 de setembro, a neurologista Elza Dias Tosta. Referência internacional na área, com pós-doutorado realizado em Londres, a médica ministrou a palestra “Correlações Clínico-imunológicas definem tratamento na Miastenia Gravis?”, assistida por 30 participantes.

A iniciativa da palestra foi da neurologista Susanie Rigatto, que está iniciando uma série de estudos de educação continuada em Neurologia. Estiveram no auditório, além dos médicos, residentes e ex-residentes do HGG, os residentes do Hospital das Clínicas e os sócios da Sociedade Goiana de Neurologia (Song). O evento foi gratuito.

“Esta é uma doença relativamente rara, no entanto, é responsável um número razoável de internações em UTI, com desfechos em óbito. Nossa intenção é dar a oportunidade para os profissionais aprenderem, de uma forma mais prática, a fazer o diagnóstico em uma fase precoce”, explicou Susanie Rigatto. De acordo com a neurologista, a ideia é abrir o evento futuramente para médicos da atenção básica, que são os primeiros a receber o paciente.

A neurologista Elza Tosta destacou a importância da miastenia grave ser reconhecida em seu estágio inicial, com menos de cinco anos de evolução. “Os tratamentos atuais permitem que o grave seja desprezado, ficando só a miastenia. Há tratamentos nas fases aguda e crônica, a curto e longo prazo. Eu quero que os médicos reconheçam, diagnostiquem e tratem, mas se não conseguirem tratar, encaminhe convenientemente o paciente”, disse.

A especialista informou que a doença ainda é um tema muito específico. “Antes, se falavam em miastenia somente em mulheres jovem, mas sabemos de casos até com 80 anos. Independentemente da idade, a doença deve ser tratada de maneira individualizada, pois assim, consegue amenizar muitos problemas dos pacientes”, explicou.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700