Goiânia, 18 de agosto de 2017    




Notícias

(06/10/2016) Profissionais elogiam assistência e ensino do HGG na abertura da JOCHAR 2016

Evento realizado anualmente pelo Hospital Alberto Rassi – HGG chega a sua terceira edição com o tema “Integração das especialidades na atenção à saúde do paciente crônico”. Conferências, palestras e mesas redondas vão até o dia 07 de outubro, sexta-feira

O Hospital Alberto Rassi – HGG abriu nesta quarta-feira, dia 05 de outubro, a III Jornada Científica - JOCHAR. A atividade, que é realizada anualmente, tem como objetivo incentivar o interesse em pesquisa científica e fomentar a integração do conhecimento entre as cerca de 30 especialidades médicas e equipes multiprofissionais. O coordenador do Centro de Terapia Intensiva – CTI, Durval Pedroso, ministrou a conferência “Qualidade, Segurança e Interdisciplinaridade, paradigmas na Medicina Atual”.

Durante a solenidade de abertura da JOCHAR 2016, a superintendente de Educação em Saúde e Trabalho para o SUS (SEST/SUS), Irani Ribeiro, contou que concluiu a sua residência médica e também foi diretora do HGG, por isso tem um carinho especial pela unidade de saúde. “O hospital merece a gratidão e reconhecimento que ele tem da população, da Secretaria de Saúde e do Estado, porque os profissionais realmente se dedicam ao paciente. Aqui no HGG estão as maiores pérolas da medicina, os grandes nomes da Saúde e por isso estou muito feliz em participar da abertura deste evento que incentiva o ensino e pesquisa”, disse.

A diretora de Ensino e Pesquisa do HGG, Cáritas Marques Franco, agradeceu a presença dos residentes na abertura da JOCHAR 2016, para os quais o evento foi idealizado e promovido. Ela falou sobre a importância do hospital no contexto de Ensino em todo o Estado, e reforçou o atendimento humanizado e de excelência aos usuários do Sistema Único de Saúde – SUS. “A nossa jornada tem como tema a interatividade entre as especialidades, mas ela já nasceu interativa porque todos deram um pouquinho de si para a sua realização. O nosso desafio é trabalhar em equipe e de forma interdisciplinar para proporcionar um atendimento integral ao nosso paciente”, comentou.

“Tenho muita satisfação em participar de mais uma Jornada Científica no HGG e observar o crescimento profissional dos nossos alunos, que voltam depois até como professores”, discursou o coordenador da Comissão de Residência Médica (Coreme), Américo Silvério. De acordo com ele, o hospital tem um papel muito importante na formação de novos especialistas. “Queremos assegurar uma boa qualificação da residência médica, porque são estes profissionais que vão nos atender amanhã. E eu posso afirmar que desejo ser atendido pelos meus alunos, pois estarei tranquilo quanto à qualidade do serviço”, elogiou.

Em sua conferência, Durval Pedroso falou da qualidade e segurança da assistência especializada. O coordenador do Centro de Terapia Intensiva do HGG apontou a importância dos protocolos e mostrou, ainda, os índices de mortalidade, alta, ventilação mecânica e outros dados da unidade em relação aos demais hospitais da América Latina. “O HGG tem atualmente um dos melhores resultados. Temos uma mortalidade muito baixa, apesar de recebermos muitos pacientes crônicos e graves. Depois da implantação do Núcleo de Assistência ao Paciente Paliativo – NAPP conseguimos também elevar bastante a qualidade dos últimos momentos de vida do paciente”, reforçou.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700