Goiânia, 23 de abril de 2017    




Notícias

(17/10/2016) Diversão e dança marcam apresentação de Juraíldes da Cruz no HGG

Cantor se apresentou nesta quinta-feira, dia 13 de outubro, no projeto de humanização Sarau. Ele foi acompanhado por Emídio Queiroz, e juntos animaram os pacientes, familiares e colaboradores da unidade hospitalar

Os corredores do Hospital Alberto Rassi – HGG foram transformados na tarde desta quinta-feira, dia 13 de outubro. O cantor e compositor Juraíldes da Cruz foi a atração da segunda edição deste mês do projeto de humanização Sarau, e levantou o astral de pacientes, familiares e colaboradores. Durante a apresentação teve até técnica de enfermagem dançando xote com paciente.

A profissional é Vanete da Rocha, que trabalha no hospital há quatro anos. Ela conta que o Sarau é um momento de interação entre as equipes de assistência e também dos colaboradores com os pacientes. “Às vezes os pacientes nos enxergam somente como aquela pessoa que leva a medicação, que faz um curativo, que cuida. Nós próprios muitas vezes esquecemos do lado humano. Quando temos música no hospital temos de aproveitar a oportunidade para mostrar este outro lado também”, explica.

De idade bastante avançada, o paciente dançarino é o pai de Sislene Garcia. A confeiteira comenta que ele gostou bastante da atividade. “Ele chegou aqui todo tristinho, e agora a gente vê o sorriso no rosto dele. Fez muito bem para ele essa música hoje. Sou evangélica, e gostaria muito de trazer um grupo de louvor da minha igreja para poder proporcionar mais momentos assim para outras pessoas”, completou.

A costureira Vera Maria da Cruz também estava no Sarau desta quinta-feira. A paciente é moradora do município de Varjão e está hospitalizada devido a complicações que teve por causa da cirurgia bariátrica. “Estou internada faz 21 dias e este é o terceiro Sarau que participo. Todas as vezes que tem eu durmo muito melhor à noite. Esse tipo de trabalho é muito importante e deveria ter mais ainda. ”

Com 40 anos de dedicação à música, Juraíldes coleciona importantes prêmios e participações em festivais de MPB. Compositor inspirado, ele explora o cotidiano regional para criar músicas como “Dodói”, “Nóis é jeca mais é joia”, “Quem ama perdoa”, “A outra face”, “Flor do bem”, “Reboliço” e muitas outras canções icônicas que fizeram a alegria dos pacientes e colaboradores durante a sua apresentação. Além dele, o músico Emídio Queiroz também se apresentou nesta quinta-feira. Juntos, eles esbanjaram talento e simpatia. “Acho que a música é capaz de dar mais sentido à vida e mostrar que o sofrimento é um momento passageiro”, avaliou Juraíldes.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700