Goiânia, 29 de abril de 2017    




Notícias

(01/11/2016) HGG realiza 15 cirurgias no II Mutirão de Reconstrução Mamária

Em parceria com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), HGG atendeu pacientes que já tiveram o câncer de mama e aguardavam por cirurgia de reconstrução

Durante o II Mutirão Nacional de Reconstrução Mamária, o Hospital Alberto Rassi – HGG realizou 15 cirurgias reconstrutivas em pacientes que tiveram câncer de mama. A campanha solidária e humanitária promovida nacionalmente pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e coordenada em Goiás pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica – Regional Goiás (SBCP-GO) aconteceu entre os dias 21 e 31 de outubro, e foi alusiva ao movimento Outubro Rosa.

Além do HGG, o mutirão ocorreu também no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás (HC/UFG), Santa Casa de Misericórdia de Goiânia, Hospital Araújo Jorge e hospitais particulares solidários. “De todas as unidades credenciadas, o HGG foi o hospital que realizou o maior número de cirurgias. Em alguns casos em que as pacientes foram selecionadas e que não conseguiram realizar os exames a tempo, vamos operar no decorrer dos próximos meses”, explicou o chefe do serviço de Cirurgia Plástica, Sérgio Conceição.

De acordo com o cirurgião, a ação teve um resultado muito positivo porque devolveu a autoestima para mulheres que aguardavam há algum tempo pela cirurgia de reconstrução. “O mutirão deu a oportunidade para as pacientes que passaram por mastectomia na rede pública, para fazer a cirurgia da mama. Em alguns casos fizemos a primeira reconstrução e em outros fizemos o segundo tempo de reconstrução, que é uma reparação da cirurgia já realizada”.

No Hospital Alberto Rassi - HGG, além da cirurgia plástica, as pacientes tiveram um motivo a mais para melhorar sua autoestima. As mulheres que foram operadas no dia 20 de outubro, receberam tratamento especial dos cabelereiros do Le Salon, Fábio Vérissimo e Thássio Dutra, que cortaram e escovaram os cabelos das pacientes, voluntariamente, no próprio hospital. As outras pacientes que passaram por cirurgia no decorrer da ação, receberam um voucher do Le Salon para cortar e escovar os cabelos no próprio salão.

Mutirão

O primeiro mutirão aconteceu em 2012 e operou cerca de 500 pacientes em todo o País, sendo 44 em Goiânia. O presidente da SBCP-GO, Luiz Humberto Garcia de Souza, explica que as pacientes operadas em 2016 foram selecionadas entre cerca de 150 mulheres que se inscreveram para participar do mutirão. As inscritas passaram por uma triagem socioeconômica, que priorizou as pacientes de menor renda. No dia 17 de setembro, as aprovadas nesta primeira triagem foram avaliadas pela equipe médica, que selecionou as que seriam operadas durante o mutirão e nos meses seguintes.

Nesta triagem, a SBCP-GO contou com o trabalho voluntário de médicos cirurgiões plásticos e residentes do HC, funcionárias do Setor de Mastologia do HC e acadêmicos da Faculdade Noroeste, que atuaram na organização do atendimento. O trabalho foi coordenado pelo médico Aloísio Garcia e acompanhado pelo presidente da SBCP-GO.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700