Goiânia, 29 de abril de 2017    




Notícias

(08/11/2016) Coordenador do programa de transplantes da Beneficência Portuguesa visita HGG

Marcelo Perosa foi acompanhado da equipe da Central de Transplantes de Goiás e do superintendente Deusdedith Vaz, nesta segunda-feira, dia 07

O coordenador do programa de transplantes dos hospitais Bandeirantes e Beneficência Portuguesa de São Paulo, Marcelo Perosa, visitou nesta segunda-feira, dia 07 de novembro, o Hospital Alberto Rassi – HGG. O médico foi acompanhado pelo superintendente de Acesso aos Serviços Hospitalares e Ambulatoriais da Secretaria de Estado da Saúde, Deusdedith Vaz, e da equipe da Central de Transplantes do Estado de Goiás.

A visita teve como objetivo conferir a estrutura do HGG para o incremento do número de transplantes em Goiás. De acordo com o superintendente Deusdedith, este é o desafio da Secretaria de Estado da Saúde para 2017. “Tivemos uma melhoria importante nos hospitais, que possuem um nível de excelência reconhecido por todos. Queremos que todas estas estruturas estejam à disposição da Central de Transplantes”, disse.

O médico Marcelo Perosa compõe a equipe do projeto Transplantes sem Fronteiras, que tem uma equipe multiprofissional com expertise em transplantes abdominais. “Eles desenvolveram parcerias em vários estados e alcançaram indicadores muito próximos aos de referência internacional como em países da Europa, que fazem captações no número de 32 a 36 transplantes para cada 1 milhão de habitantes. É isso que queremos em Goiás”, explicou o superintendente.

Para o diretor geral do HGG e coordenador executivo do Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), José Cláudio Romero, a realização de transplantes significa a retomada do perfil da unidade. “Contamos com uma equipe multidisciplinar altamente qualificada, um Centro de Terapia Intensiva acima da média e temos todo interesse em impulsionar os transplantes. Já apresentamos uma proposta ao governador para a formação de uma equipe exclusiva para os transplantes renais, que está em andamento”, explicou.

“O HGG é um hospital de alta complexidade que tem todo o perfil para abrigar os transplantes de todas as modalidades, além de uma excelente gestão, ele está bem estruturado e com pequenos ajustes, ele pode ser uma referência em transplantes”, destacou Marcelo Perosa. A comitiva foi recebida também pelos diretores Rafael Nakamura (Técnico), Natalie Alves (Enfermagem), o nefrologista Bráulio Ludovico e o coordenador administrativo-financeiro do Idtech, Lúcio Dias Nascimento. Representando a Central de Transplantes, participaram do grupo o gerente Fernando Augusto Ataíde Castro; a coordenadora de distribuição, credenciamento e estatísticas, Simone Skaf; e o coordenador técnico, Ademir Mazzuco.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700