Goiânia, 22 de setembro de 2017    




Notícias

(17/11/2016) Recital de música e poesia inspiram pacientes do HGG

Alunos do colégio Externato São José, se apresentaram nesta quarta-feira, dia 16, durante o Sarau do Hospital Alberto Rassi. Pacientes receberão balões de coração e carinho dos jovens poetas

“A poesia saiu dos muros do Externato São José e entrou pelas portas do HGG”, descreveu a professora de língua portuguesa Ludmylla Flávia Canêdo, que coordenou o Sarau de música e poesias que aconteceu no Hospital Alberto Rassi – HGG, nesta quarta-feira, dia 16 de novembro. Cerca de 10 alunos recitaram poesias e tocaram piano para os pacientes, acompanhantes e colaboradores.

O hall do piano do HGG ficou lotado. Após cada leitura de poesia, um paciente ganhava um balão de coração, em um gesto de solidariedade e amor. Uma das poetizas, Lara Carrilho Silva Arantes, ficou comovida em poder estar naquele momento. “Desde o início do ano, a professora nos contou sobre este momento no HGG. Nós trabalhamos muito para falar com os pacientes e estávamos super ansiosos”, contou.

A estudante, de onze anos, disse ainda que este é um dos projetos da escola mais bonitos que já vivenciou. “A poesia vem de dentro e deixa a gente mais alegre. O projeto ensina que o outro também é importante, que temos de sensibilizar”, descreve. O evento contou também com a presença dos pais dos alunos.

Lara refere-se ao projeto “Comece bem o dia, leia poesia”, que pela segunda vez tem o HGG como parte da programação do evento escolar. De acordo com a professora Ludmylla, os alunos passam por diversas audições e declamações de poesias, e depois produzirão poesias inéditas, que vão compor um áudio book e um livro digital.

Sobre a experiência no HGG, Ludmylla diz que é sempre emocionante. “A gente continua saindo daqui com o coração preenchido. Assim como o lema do Sarau do HGG é que nada é imune à música, acreditamos também que nada é imune à poesia. Viemos trazer um pouco de nós, mas a gente leva um pouco do HGG também. Saímos daqui com coração feliz, com o coração abençoado”, comentou.

A paciente Leonete Alves de Oliveira, que está internada devido uma cólica de rins, adorou o evento e até declamou em público uma frase que conheceu na escola: “Sorria mesmo que seja um sorriso triste, pois o mais triste é perder um sorriso.” Segundo ela, sempre escutou poesia desde pequena e aprovou a iniciativa da escola em trazer o recital para o hospital.


Fonte: IDTECH





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700