Goiânia, 18 de novembro de 2017    




Notícias

(02/02/2017) Mais de 40 médicos participam de treinamento sobre Preenchimento de Declaração de Óbito no HGG

Promovido pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, em parceria com outros órgãos, a atividade aconteceu nesta quarta-feira, 01 de fevereiro, no Auditório do HGG

O Hospital Alberto Rassi – HGG recebeu nesta quarta-feira, 01 de fevereiro, a Oficina sobre Preenchimento de Declaração de Óbito – Causa morte não especificada (Causa básica “Garbage”). A atividade foi promovida pela Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, em parceria com o Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde – DANTPS, Organização Vital Strategy e a Universidade de Melbourne – Austrália. Ao todo, 44 médicos e residentes do hospital participaram do treinamento que aconteceu no Auditório da unidade.

Ministrada pela doutora em medicina, Valéria Maria de Azeredo Passos, que é especialista em clínica médica e geriatria, e professora titular da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o objetivo da Oficina foi promover a discussão de ocorrência de óbitos cuja causa básica não está especificada, e que são classificadas como “códigos garbage”. De acordo com a especialista, o investimento em educação continuada é o melhor caminho para que se consiga melhorar a qualidade do preenchimento de declarações de óbito.

“Este preenchimento é de responsabilidade do médico e tem várias dimensões de importância. Primeiramente a família tem o direito de saber qual a causa da morte do ente querido. Além disso, se a declaração estiver com o preenchimento correto, poderá contribuir para que o país previna outras mortes daquela doença. No caso do hospital, ele mostra a qualidade do atendimento que ofereceu ao paciente. Por todos esses motivos, é preciso se investir em educação continuada”, explicou a doutora.

Leonardo Pereira Alves Filho é médico residente há sete meses no Hospital Alberto Rassi e participou da atividade. “É um assunto que precisa ser discutido, principalmente dentro da minha especialidade que é medicina intensiva. Eu consegui tirar dúvidas e também pontuar atitudes corretas que já fazemos aqui. Além disso, a declaração de óbito tem grande importância epidemiológica”.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700