Goiânia, 22 de novembro de 2017    




Notícias

(20/03/2017) Fonoaudióloga alerta sobre Disfagia em palestra realizada no HGG

Ação foi em comemoração ao Dia Nacional de Atenção a Disfagia, comemorado nesta segunda-feira, dia 20 de março, no Ambulatório de Medicina Avançada

O Hospital Alberto Rassi - HGG promoveu na manhã desta segunda-feira, 20 de março, palestra em comemoração ao Dia de Atenção a Disfagia, ministrada pela fonoaudióloga Mariela Vidal. A ação aconteceu no Ambulatório de Medicina Avançada (AMA) e quem estava aguardando pela consulta pôde tirar dúvidas e esclarecimentos acerca do tema.

Para iniciar o encontro com os pacientes, Mariela explicou o que é o problema da Disfagia e como podemos diagnosticar seus sintomas. “É basicamente qualquer dificuldade para se alimentar, de engolir os alimentos. Hoje no Brasil, a Disfagia é responsável pela maioria das internações de idosos e não é uma doença. É um sintoma de uma doença”, pontuou explicando que doenças neurológicas, por exemplo, podem desencadear o problema.

De acordo com Mariela, é muito importante que ações como esta aconteçam para que as pessoas se esclareçam e tenham acesso à informação. “Muitas vezes elas têm os sintomas, mas não buscam o tratamento, porque não conhecem o problema. E depois que está muito grave o que podemos fazer pelo paciente é muito restrito. É importante que a gente descubra a doença no início, para que tenha tratamento”, ressaltou. “Às vezes o paciente está alimentando e tossindo muito. Então, temos um sinalzinho de que algo está errado. De repente ele chora por estar engasgando, está perdendo peso e depois não quer mais comer perto de ninguém”, prosseguiu.

Dúvida

Elza Maria Amaral tem o esôfago “serpenteado”. Ou seja: já passou por cirurgias para que o órgão funcionasse melhor. No entanto, ela tem enorme dificuldade de deglutição. “Fica difícil para respirar também, disse a artesã. A fonoaudióloga aconselhou-a então, que em um primeiro momento a paciente deve ir a uma consulta médica. “Se após o tratamento ou a intervenção cirúrgica recomendada pelo médico a alteração continuar, aí entra o papel da fonoaudióloga no tratamento”, explicou.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700