Goiânia, 17 de novembro de 2017    




Notícias

(28/03/2017) Plateia Social: jovens e idosos se encantam pela história de Paulo Betti

Idtech levou cerca de 160 pessoas ao teatro no último fim de semana. Projeto tem objetivo de promover inclusão cultural

O Instituto de Desenvolvimento Humano e Tecnológico (Idtech) levou, gratuitamente, cerca de 160 pessoas ao espetáculo “Autobiografia Autorizada” de Paulo Betti, neste último sábado, 25 de março, e domingo, 26, no Teatro Madre Esperança Garrido, em Goiânia. O objetivo do projeto Plateia Social, que proporciona este momento às entidades beneficiadas pelo instituto, é promover a inclusão social através da cultura. Foram contempladas com o passeio neste fim de semana, as escolas estaduais Finsocial e Jardim Balneário Meia Ponte, Escola Municipal Barra Vento, Grupo de Idosos do Jardins do Cerrado, Associação dos Idosos do Balneário Meia Ponte e Grupo Senhoras do Cerrado.

Autobiografia Autorizada

Victor Cruz Pereira, de 34 anos, foi juntamente com a Escola Estadual Finsocial, no sábado. Para ele, que gostou bastante da peça, a história do ator Paulo Betti pode ser considerada um exemplo. “Achei muito interessante, porque ele tem muita conexão com a peça. A história do ator me chamou a atenção desde o início quando ele fala que já nasceu com dificuldade por ter ficado com o cordão umbilical enrolado no pescoço. Comigo também foi assim, então me identifiquei. Achei bem legal o espetáculo por mostrar o passo a passo da formação dele e os desafios para chegar onde chegou: um ator muito conhecido nacionalmente, respeitado no meio público e artístico. Por tudo que ele passou, é um espelho para outras pessoas. Apesar de toda dificuldade, ele conquistou tudo com muita luta e empenho, além da presença da sua família”, destacou.

A professora e filha de uma das idosas que foi com o Grupo Senhoras do Cerrado, no domingo, Marciley Ferreira Aguiar, disse que a mãe se prepara dias antes de qualquer apresentação viabilizada pelo projeto Plateia Social com muito entusiasmo. “É muito interessante, porque ela agenda no salão para arrumar o cabelo e as unhas com 15 dias de antecedência e fica toda empolgada! Eu sinto um alívio muito grande em saber que ela tem algo a mais a fazer em seu tempo ocioso. Estimula muito a minha mãe”, ressaltou.

Encantada por ter visto um pouco mais de perto o ator que já acompanhou tantas vezes pela televisão, a aposentada de 74 anos, Tereza Francisca da Silva, disse que gostou muito da peça e que adora ir ao teatro. “Não sei nem contar quantas novelas dele já vi. Gostei da história de vida e eu me divirto bastante indo ao teatro”, disse animada.

O projeto

O projeto Plateia Social promove a inclusão social por meio de espetáculos e exposições culturais e oferece a quem nunca teve acesso a um teatro, cinema ou museu, a oportunidade de entrar no mundo das artes. É a união de esforços de parceiros para que a arte seja uma forma de trabalhar o respeito à diversidade cultural. “O resultado é muito significativo, porque as pessoas têm procurado cada vez mais por ingressos e pelas datas das peças. Nós percebemos o quanto gostam da atividade, uma vez que existe nela o processo da integração, da socialização e da diversão”, afirma a gerente de Serviço Social do Idtech, Sandra Costa.



Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700