Goiânia, 21 de outubro de 2017    




Notícias

(14/11/2008) Teleconsulta será modelo para cidade do Pará

Referência para o Ministério da Saúde na qualidade do atendimento ao usuário do SUS, serviço foi visitado pelo prefeito eleito de Marabá

Referência para o Ministério da Saúde na aplicação de tecnologia em cidadania e qualidade do atendimento ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS), a Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta será modelo para um município do Pará. O prefeito eleito de Marabá, Maurino Magalhães de Lima (PR) visitou a Central na manhã desta quinta-feira, dia 13 de novembro, para conhecer o serviço e dar início a uma parceria com o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), que resultará na implantação do projeto na cidade.
Acompanhado dos secretários de governo de Goiânia, Thiago Peixoto, e da Saúde, Paulo Rassi, Maurino Magalhães, disse que, durante a campanha eleitoral, assumiu o compromisso com a população de Marabá de descentralizar a assistência à saúde e humanizar o atendimento por meio de uma central de agendamento de consultas. Com a visita ao Teleconsulta, ele pretende poupar tempo e avançar na sua administração em favor da população. “Melhor do que desenvolver um projeto é buscar experiências bem sucedidas em outras cidades”, assinalou. Aproveitando a solução adotada em Goiânia, o prefeito acredita que economizará um ano.
Ele está certo. O modelo de contac center estruturado em Goiânia e o software criado pela equipe do Idtech são aplicáveis a qualquer rede de saúde pública, especialmente a de uma cidade do porte de Marabá, que tem cerca de 300 mil habitantes. Embora tenha sido desenvolvido com base na realidade local, adapta-se à realidade de outros municípios porque está calcado nos princípios e na filosofia de atendimento do SUS.
Em dois anos de existência, a Central de Atendimento ao Cidadão – Teleconsulta já agendou 1,38 milhão de consultas, com conforto e tranqüilidade para o usuário. A central, que atende pelo telefone 0800 646 1560, presta um atendimento humanizado, que respeita a preferência prevista em lei para o idoso e a criança e o adolescente, além de garantir a preferência à gestante e aos usuários com sintomas de risco. As consultas são agendadas para 24 horas, 48 horas ou, no máximo, sete dias.
O serviço tem se mostrado um instrumento de gestão na medida em que possibilita um controle rigoroso e em tempo real da capacidade de produção das unidades de saúde.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Idtech/Teleconsulta






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700