Goiânia, 19 de agosto de 2017    




Notícias

(24/04/2009) Reforço da equipe será acompanhado de melhorias tecnológicas

Melhorias na área tecnológica também estão em curso. Ao invés de cabos convencionais (metálicos), o Teleconsulta passará a utilizar feixes de fibra ótica, que conferem maior estabilidade na operação do sistema e maior facilidade em caso de ampliação. A instalação será feita pela Brasil Telecom. A central de transbordo, equipamento que garante que o usuário, ao ligar para o Teleconsulta, seja informado quando não há agentes disponíveis para atendê-lo naquele momento, ganhará mais uma placa telefônica. As linhas, que hoje somam 30, poderão chegar a 60, se for necessário. A nova placa da central de transbordo poderá ser utilizada, também, para substituir a placa da central principal, em caso de defeito.
Em função das constantes quedas de energia ocasionadas por problemas na rede do Setor Oeste e do prolongamento dessas panes de eletricidade, a capacidade do no break foi ampliada. O equipamento garantirá a manutenção em funcionamento também de algumas posições de atendimento (PAs). Dois aparelhos de televisão foram instalados para que todos os colaboradores possam acompanhar, em tempo real, o desempenho da Central. A monitoria on-line possibilitará a visualização de gráficos e painéis relativos ao atendimento que está sendo realizado (número de consultas agendadas e usuários em atendimento, por exemplo) e também mensagens institucionais de interesse dos colaboradores da Central, como avisos, comunicados e homenagens etc.
O reordenamento do atendimento também foi providenciado para tornar o acesso à Central ainda mais ágil. Agora, se o usuário desejar, o agente de atendimento poderá estender a busca por vagas a todas as unidades da área de abrangência do Distrito Sanitário onde seu bairro está situado. Antes, a busca era feita em três unidades e só o supervisor podia alterar isso. A mudança reduz o tempo gasto na marcação da consulta e, consequentemente, a espera de outros usuários.
O agente de atendimento também passou a ter autonomia para mudar a prioridade do paciente. Se ele se encaixa no perfil para atendimento em 24 ou 48 horas (prioridades 01 e 02), mas não apresentar risco (sua consulta é de rotina), o agente poderá transferi-lo para a prioridade 03, que prevê atendimento em até uma semana. O formulário de cadastro virtual foi simplificado. Foram eliminados campos que se tornaram dispensáveis, como o número do Cartão SUS, que agora não é mais exigido.
Com as medidas a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e o Idtech, responsável pelo gerenciamento do Teleconsulta, é a de que a central supere a reincidente sobrecarga de ligações registrada principalmente no período das 7 às 10 horas da manhã. As mudanças contribuirão para melhorar o acesso do usuário aos atendentes, mesmo nos momentos de pico. É importante frisar, no entanto, que o usuário também precisa contribuir, diversificando os horários das suas ligações, além de recorrer à central também nos finais de semana e feriados. Nesses dias e horários, a procura pelo serviço é bem menor do que em dias normais.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Idtech





Google








IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700