Goiânia, 19 de novembro de 2017    




Notícias

(27/01/2010) Residências dos Jardins do Cerrado e Mundo Novo recebem mudas de árvores

Plantio de uma árvore na porta de cada casa foi realizado no sábado, em atividade que contou com a parceria da Amma, Comurg e Idtech

Todos os moradores dos Jardins do Cerrado e Mundo Novo, empreendimentos construídos pela Prefeitura de Goiânia para abrigar famílias carentes que sempre viveram de aluguel ou em casas cedidas, têm hoje uma árvore à sua porta. O Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), em parceria com a Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma) e a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) realizou no sábado, dia 23 de janeiro, o plantio de mudas nativas do cerrado em frente de cada uma das moradias já habitadas desses bairros. Os Residenciais Jardins do Cerrado 1, 2,3 e 4 e Mundo Novo 3, possuem juntos 2.378 casas. Estiveram presentes à atividade o prefeito Iris Rezende, secretários municipais, vereadores e demais autoridades.

Mas apenas plantar as árvores não basta. Para que o projeto de arborização cumpra o seu papel, de tornar os empreendimentos mais agradáveis e bonitos, com maior qualidade de vida para quem mora ali, é preciso que a população aprenda a preservar as mudas e a cuidar das futuras árvores. Esse trabalho, de conscientização dos moradores, está sendo realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech) dentro do Projeto de Trabalho Técnico Social desenvolvido em parceria com a Secretaria Municipal de Habitação (Smhab).

No caso específico da arborização dos bairros Jardins do Cerrado e Mundo Novo, foi preparada uma programação específica para conquistar a adesão dos moradores ao projeto, que é uma atividade do Programa Plante a Vida, da Amma. Durante a semana, a equipe técnica social do Idtech, junto com o biólogo da Agência, Sandro Raphael Borges, percorreu as ruas do bairro arrebanhando crianças que quisessem participar de um treinamento para se tornarem agentes ambientais mirins.

Os voluntários foram orientados sobre os cuidados que deverão ter com as árvores e, no sábado, após participarem de material educativo e lanche especial na Casa Social, participaram do plantio das mudas. Eles assumiram com a equipe o compromisso de repassar as informações repassadas pelos técnicos aos seus familiares e vizinhos. Cerca de 30 crianças foram treinadas, o que corresponde a 2 a 3 meninos e meninas por rua de cada um dos bairros.

Nesta segunda-feira, as crianças voltaram a se reunir com a equipe para uma atividade educativa. Eles participaram de uma oficina de desenho em que puderam representar, por meio de imagens, tudo o que aprenderam. Por meio de seu traço ingênuo e impreciso, os pequenos mostraram que estão afinados com a Prefeitura de Goiânia e seu objetivo de conservar para Goiânia o título de capital brasileira mais bem arborizada do País. Estudo realizado pela Amma mostra que temos o maior número de metros quadrados de áreas verdes por habitante entre todas as capitais brasileiras.



Números mostram que Goiânia é a capital verde do Brasil



Goiânia possui 94 m² de áreas verdes por habitante, superando Curitiba, que possui 51 m² de área verde por habitante e era, até então, considerada a capital brasileira que ocupava o primeiro lugar no ranking desse tipo de comparativo. A campeã mundial, a cidade de Edmonton, no Canadá, tem um quantitativo pouco maior: 100 m² de área verde por habitante. Conforme a Organização das Nações Unidas (ONU) é recomendável que uma cidade tenha pelo menos 12 m² de área verde por habitante. Goiânia supera hoje em quase 8 vezes esse índice.

Goiânia também é a capital estadual brasileira com o maior número de árvores plantadas em vias públicas do País. Esse resultado também foi fruto de um estudo feito pela Amma. Conforme levantamento dos técnicos da Amma, Goiânia possui hoje cerca de 950 mil árvores plantadas em vias públicas, superando Curitiba (cerca de 300 mil árvores) e João Pessoa (cerca de 40 mil), que eram, até então, referências nacionais em termos de arborização. O estudo mostra que há 0,79 árvore por habitante em Goiânia, enquanto em Curitiba esse índice é de 0,17 e em João Pessoa de 0,06 árvore por habitante.

O propósito da Prefeitura é que esse número aumente. Criado pela Amma em junho de 2005, do Programa Plante a Vida já distribuiu à população goianiense 1,2 milhões de mudas de árvores nativas do cerrado e possui a meta de atingir ainda esse ano o plantio de mais de 150 mil mudas. O presidente da Amma, Clarismino Junior, aponta o fato de o plantio acontecer preferencialmente com mudas de espécies nativas do cerrado como umas das formas de se garantir a preservação da biodiversidade na zona urbana. “Ao plantar um ipê, uma caroba, um saboneteiro ou outras espécies do cerrado na capital, estamos ajudamos a recompor a vegetação desse bioma, que é um dos mais importantes do território nacional e que vem sofrendo com a devastação”, disse.

Fonte: ASCOM / IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700