Goiânia, 27 de maio de 2017    




Notícias

(09/04/2010) Prefeitura de Aparecida e Idtech lançam Teleconsulta, Ambulatório Médico Especializado e Pró-Reg

Maguito Vilela afirma que saúde aparecidense vai melhorar em 80%. Unidades começam a funcionar na última semana de abril

No Dia Mundial da Saúde, 7 de abril, a população de Aparecida de Goiânia conheceu o Teleconsulta, Ambulatório Médico Especializado (AME) e Pró-Reg, lançados pela Prefeitura e Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech). Os novos serviços deverão contribuir para resolver os problemas de extensas filas para atendimento médico e garantir um tratamento humanizado aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). O prefeito do município, Maguito Vilela, afirmou que a saúde aparecidense vai melhorar até 80%, "da água para o vinho".

A previsão é de que as unidades sejam inauguradas até a última semana de abril. De acordo com Maguito, o sistema de saúde de Aparecida de Goiânia está mudando radicalmente. “Os prédios são de primeiro mundo, serão instalados equipamentos de tecnologia de ponta”, discursou na solenidade de lançamento, que ocorreu no Centro de Cultura e Lazer José Barroso, o Aparecida é Show. Segundo ele, a saúde, assim como o asfalto, era a maior reivindicação dos moradores. “Ficamos muito sensibilizados.”

Para o prefeito, Aparecida precisa de um sistema de saúde conivente com o porte da cidade, que tem cerca de 500 mil habitantes. Maguito destacou o modelo de gestão adotado na implantação dos serviços, o contrato de gestão, e a instituição selecionada, o Idtech. “O Instituto é uma organização social que não visa lucro. É fiscalizado por Ministério Público e Tribunal de Contas dos Municípios. De grande credibilidade, já possui experiência nos serviços junto à Prefeitura de Goiânia”, explicou Maguito, que ressaltou que grandes hospitais e boa parte das unidades de saúde pública de São Paulo são administrados por organizações sociais. Também se referiu ao coordenador executivo do Idtech, José Cláudio Romero como um "administrador inovador.”

O secretário interino de saúde, Rafael Nakamura, discursou que Aparecida é uma das poucas cidades que agora poderiam comemorar o Dia Mundial da Saúde, com o lançamento do Teleconsulta, AME e Pró-Reg. Segundo ele, a cidade tinha uma estrutura muito precária, de cidade interiorana. “Mas temos metade da população da Capital. Ver as filas dobrando quarteirão, as pessoas na calçada em busca de atendimento é uma situação que nos incomoda. Aparecida merece o melhor, não o pior.”

Nakamura explicou a função de cada serviço. De acordo com ele, o Teleconsulta vai oferecer aos usuários dignidade, pois terão horário marcado para a consulta médica, por meio do telefone 0800, assim como os planos de saúde. O AME, localizado próximo ao Cais Nova Era, reunirá todos os médicos especialistas em um só local, facilitando o acesso à população.

E a Central de Regulação vai controlar as internações e exames mais complexos, de maior custo para o município. “Esta unidade vai impedir a má utilização dos recursos públicos. O investimento no Pró-Reg praticamente se paga, pela economia que será ocasionada pelo melhor controle”, disse Nakamura. Segundo ele, a assistência à saúde em Aparecida de Goiânia será “organizada, eficaz e humanizada”.

Aparecida de Goiânia está aproveitando o know how do Idtech, cujo trabalho vem dando excelentes resultados em Goiânia, para resolver distorções e falhas da rede municipal, como as enormes filas para agendamento de consultas básicas. A coordenadora técnica do Instituto, Maria Aparecida Sardinha, informa que o Teleconsulta está em funcionamento há mais de três anos em Goiânia.

“Não se vê mais filas nas unidades de saúde e melhorou radicalmente o aproveitamento de vagas de consulta. De uma média de 25 mil agendamentos mensais quando o serviço foi implantado, pulamos para mais de 60 mil”, constata a coordenadora. Maria Aparecida também citou os números de março de 2010. “Registramos o recorde desses mais de três anos, com mais de 72 mil consultas marcadas. Isso, com um incremento de menos de 14% no quantitativo de médicos em atuação na rede durante o período."

O vice-presidente da Câmara de Aparecida de Goiânia, Helvecino Moura, disse em discurso que os problemas de saúde do município são graves e históricos e que a população sofre muito nas filas e sem acesso ao atendimento. Ele declarou estar ansioso para que os novos serviços entrem em funcionamento e que as soluções propostas efetivamente resolvam os problemas.

Já o deputado estadual Ozair José citou a explosão de crescimento que Aparecida enfrenta e os poucos recursos destinados pelo Governo Federal. Ele visitou os prédios dos novos serviços que serão implantados pela Prefeitura e ficou impressionado com a estrutura que será disponibilizada à população. Elogiou a iniciativa e disse acreditar que realmente a assistência à saúde na cidade vai mudar.


Fonte: IDTECH






IDTECH - Todos os direitos reservados

Rua 01, Qd. B-1, Lt. 03/05 nº 60 - Térreo, Setor Oeste, Cep. 74115-040, Goiânia/GO
Telefone: 62 3209-9700